Durante esta semana o Conselho de Segurança Nacional americano apresentou ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, o que poderia ser chamado de “medidas a serem tomadas" em resposta ao programa nuclear da Coreia do Norte. Uma delas, inclusive, seria a instalação de bombas nucleares americanas na Coreia do Sul. Confira as três principais opções.

A Colocação de armas nucleares na Coreia do Sul

A primeira possível medida seria a instalação de um arsenal nuclear americano na Coreia do Sul, conferindo defesa aos aliados dos americanos e intimidando o inimigo do norte. Entretanto, o fato é muito controverso, uma vez que os EUA retiraram todas as armas nucleares da Coreia do Sul há mais de 25 anos.

Publicidade
Publicidade

Restabelecer um arsenal nuclear próximo à Seul (capital da Coreia do Sul) seria a primeira medida do gênero desde o fim da #Guerra fria e, assim, muitos países, principalmente a Rússia e a China, poderiam entender o ato como uma grave provocação, levando os países asiáticos a uma nova corrida militar, ou pior.

O assassinato de Kim Jong-un

A segunda opção seria assassinar o ditador norte-coreano, Kim Jong-un, e outros políticos de alta patente, responsáveis pelas armas nucleares do país e as tomadas de decisão. Porém tal ação poderia ser muito arriscada, além de ter resultado imprevisível. Especialistas dizem que tal intento possui “enormes desvantagens”.

Sabotagem conjunta com a Coreia do Sul

A terceira opção seria infiltrar agentes especiais americanos e sul-coreanos na Coreia do Norte, com o objetivo de explodir pontes para bloquear o movimento de mísseis móveis.

Publicidade

James Stavridis, ex-almirante da marinha americana, disse que achou esta opção a “melhor estratégia”, caso os Estados Unidos sejam forçados a tomar uma ação militar.

Os planos foram apresentados nesta semana ao presidente Donald Trump, que se encontrou com o presidente chinês, Xi Jinping. A Casa Branca espera que os chineses façam mais para influenciar Pyongyang através da diplomacia e das sanções. No entanto, caso isto venha a falhar e a Coreia do Norte continue seu projeto com armas nucleares, os Estados Unidos terão alguns planos para entrar em ação, apesar de nada ter sido decidido até o presente momento. A tensão continua a crescer, uma vez que a Coreia do Norte insiste em realizar testes balísticos no mar do Japão e provocar os vizinhos. #assassinato