Um vídeo está fazendo sucesso na internet, depois de mostrar um garoto de 14 anos se defendendo das agressões de um homem, com o dobro da sua idade. Nas imagens, se vê o homem agredindo o menino, em um parque de skate, em Walsall. O que ele não estaria esperando seria esta reação destemida e corajosa da criança, aparentemente mais frágil. Connor Jackson vem fazendo #artes marciais há quatro anos, e após a tentativa de ataque do homem, que teria perto dos 30 anos, ele respondeu com seus conhecimentos de jiu-jitsu, dando a melhor resposta e se defendendo contra o #bullying a ele e ao seu irmão, de 12 anos.

A discussão começou quando o irmão mais novo de Connor se envolveu com uma outra criança.

Publicidade
Publicidade

Os dois trocaram argumentos por causa do skate, em uma discussão normal entre garotos. O problema começou quando o pai do outro menino se meteu na briga, incentivando seu filho para dar porrada no outro garotinho. "Bate nele, vai agora", gritava o pai, como se pode escutar no vídeo.

Foi nesse momento que Connor saiu em defesa do irmãozinho, e foi aí que tudo aconteceu. O homem tentou dar um soco no garoto e Connor se colocou em posição defensiva, bloqueando o ataque do agressor, antes de passar para o ataque. O homem é visto caindo e teria tido uma ferida na cabeça, como resultado desta discussão.

O pai de Connor ficou orgulhoso pela forma como seu filho defendeu a ele e a ao irmão. Alegadamente, foi a primeira vez que Connor usou seus conhecimentos de #Jiu-jitsu para se defender na rua, mas o pai acredita que, para isso, já valeu a pena, uma vez que, se não fosse isso, os seus filhos teriam apanhado do homem bem mais crescido.

Publicidade

"Eu sempre disse a Connor, se alguma vez você estiver nas ruas e algo acontecer, você terá que ter cuidado com o que está fazendo, porque você pode machucar alguém, você precisa manter o controle das coisas", contou Nathan, em declarações citadas pelo jornal Daily Mail. O pai do garoto sabe, melhor que ninguém, do potencial que seu filho tem e como ele pode ser perigoso e "letal" se pretender machucar alguém.

Apesar de poder fazer isso, se nota pelo vídeo que Connor não quis ir mais além e machucá-los de verdade. Ele apenas se defendeu e não procurou por mais brigas. "Estou orgulhoso que Connor não continuou", contou o pai. A polícia passou no parquinho e falou com os jovens envolvidos no incidente, mas em princípio ninguém vai avançar com acusações e o caso poderá ficar resolvido por aqui.

Entretanto, o vídeo foi colocado na internet e está acumulando milhares de visuallizações on-line, com os internautas elogiando a bravura do jovem.

Publicidade

"Eu mando meus filhos para o MMA e o jiu-jitsu brasileiro, para que eles possam cuidar de si mesmos, manter a forma e manter-se fora de problemas. Esta é a primeira vez que Connor tem que usar o que sabe e realmente ir cara a cara com alguém assim", contou o pai Nathan ao Daily Mail.

Veja o vídeo dos desacatos: