Essa semana, um empresário conseguiu angariar inúmeros clientes com uma atividade nada comum. O americano Donna Alexander, de 31 anos, viu uma oportunidade surgir quando o presidente Donald #Trump assumiu o poder nos Estados Unidos, no início deste ano. Dono de um restaurante em Dallas, ele resolveu abrir um espaço em uma espécie de armazém ao lado, onde as pessoas podem descontar sua insatisfação com governo em objetos.

O gerente de marketing está ganhando muito dinheiro ao oferecer aos seus clientes a oportunidade de descontar sua raiva batendo em móveis, televisores, aparelhos eletrônicos e inclusive em uma estátua do líder da Casa Branca.

Publicidade
Publicidade

No espaço é montado o que seria uma réplica do Salão Oval, e a pessoa que estiver disposta a pagar por um tempo no local, pode pegar um taco de golpe e sair destruindo o que vê pela frente. A ideia genial foi abraçada pelos clientes do restaurante que agora pagam U$ 25 dólares, cerca de 100 reais, para ter a oportunidade de desafogarem seus sentimentos por cerca de cinco minutos.

De acordo com a simulação que é montada na sala, e com os móveis e objetos que são colocados esse valor tende a aumentar. O preço maior chega a 500 dólares, o que equivale a quase mil reais, para poder destruir a réplica de Donald Trump que é colocada no espaço. Apesar de parecer estranha a ideia foi totalmente entendida e aderida pelos clientes que sentem a maior satisfação em pagar a quantia para poder ter os minutos de relaxamento.

Publicidade

Para poder realizar a façanha o cliente, pode escolher uma dentre uma quantidade enorme de ‘armas’, que incluem foices, facões, taco de beisebol, dentre outros, para destruir os objetos. As pessoas dispostas a pagar a quantia podem ainda rabiscar e/ou pichar um mural com os seus sentimentos em relação ao governo, e a tudo que as está desagradando. O que se pode ver nas imagens é uma infinidade de impropérios deferidos ao governo, insultos ao presidente, e ao que se encontra de errado no país.

Segundo o empresário dono da ideia, não se trata apenas de quebrar coisas, e a proposta é na verdade, que as pessoas tenham um espaço para poderem reclamar e descontar a sua raiva contra o governo. De acordo com Donna, os clientes saem de lá mais tranquilos, menos estressados, por terem podido verbalizar ou expressar todos os sentimentos ruins que estavam sentindo, e que não pode liberar em seu dia-a-dia. Ele vem ganhando dinheiro, pois a ideia deu certo, e parece ter caído no gosto das pessoas, que querem ao menos cinco minutos do seu dia para poderem extravasar suas angustias, e sua insatisfação com o líder da Casa Branca. O que começou como uma brincadeira, agora virou um negócio que promete ir cada vez mais longe.

#Política #EUA