Um vídeo com cenas fortes de tortura física e psicológica de crianças está chocando internautas do mundo todo.

As agressões acontecem no que parece ser uma creche, em um país desconhecido. Não é possível identificar o idioma falado pelo agressor, que bate em pelo menos seis crianças em sequência.

Ele vai pegando uma por uma e dando fortes golpes com uma espécie de palmatória. Meninas e meninos que parecem não ter mais do que cinco ou seis anos, recebem golpes com nas mãos, nas nádegas e também são jogados no chão e chutados várias vezes.

As crianças choram de horror. Alguém resolve filmar as cenas disfarçadamente e consegue captar momentos aterrorizantes para as vítimas.

Publicidade
Publicidade

Primeiramente, ele pega uma menina, que chora muito ao receber os golpes da palmatória na mão e no bumbum. Depois de apanhar ela é empurrada longe.

A segunda criança a apanhar é também uma menina. O homem a vira de costas e apoia em uma espécie de freezer e bate com força em suas nádegas. A estratégia é usada para que não fiquem marcas da agressão.

A terceira vítima é um menino. Ele também recebe muitos golpes nas mãos e nas nádegas. Quando está indo embora ainda é chutado, de forma a cair longe.

A quarta criança a apanhar é uma menina, que parece ser um pouco maior do que as outras. Ela tenta não chorar. Depois da palmatória, é chutada e cai no chão. Um enfeite de cabelo cai no chão. Ela pega engolindo o choro e sai de perto.

Mais uma criança é torturada, desta vez após uma mais velha apontar quem deveria ser a castigada.

Publicidade

É um menino, que chora e se debate ao receber os golpes de palmatória e depois leva pontapés. Um dos chutes é bem forte e certa suas costas.

Mais um menino, o sexto, não escapa da tortura. Este recebe poucos golpes de palmatória nas nádegas e nos braços, mas, em compensação, leva um chute que o joga mais longe que os demais. Ele cai desajeitado e mal consegue se levantar com a respiração presa por causa do choro.

Não é possível identificar qual é o país onde as cenas bárbaras foram gravadas. Nos comentários dos posts onde o vídeo foi compartilhado, muitos reagem com muita revolta e raiva.

Há quem diga que o torturador merece a morte. Outros depositam a indignação na pessoa que fez as imagens, que deveria ter interferido para salvar as crianças das mãos violentas do homem covarde.

A mensagem mais importante que fica para os pais é redobrar os cuidados na hora de escolher onde deixar os filhos, analisando se o local possui autorização das autoridades educacionais para funcionar, perguntando a pais de outras crianças como é o atendimento, entre outras precauções.

#Crime #Casos de polícia