Um homem morreu durante atos sexuais na quinta-feira (23), na Ilha de Lagos, na Nigéria. A vítima foi identificada pelas autoridades locais como Olanimu Babatunde, de 29 anos. Conforme informações, o jovem morreu em sua residência no momento em que praticava sexo com quatro mulheres.

De acordo com informações de mídia local, as jovens relataram para a polícia que elas não haviam percebido que a vítima já estava sem os seus sinais vitais às 4h da manhã, no dia fatídico, quando perceberam que ele não respondia mais ao toque. "Nós pensamos que ele estava gostando, então nós estávamos apenas nos divertindo. Quando percebemos que ele não estava mais respondendo, foi quando nós gritamos ", disse uma das suspeitas para a polícia.

Publicidade
Publicidade

Uma testemunha ocular, identificada como Jide, relatou que ouviu quando as jovens gritaram por socorro. "As meninas, que já estavam embriagadas, disseram que achavam que ele estava gostando. Então, elas continuaram se revezando e se divertindo. Foi quando eles notaram que ele não estava respirando que elas começaram a gritar”, disse a testemunha.

Ainda de acordo com Jide, várias pessoas foram até a casa da vítima, onde encontraram as quatro meninas nuas e a vítima já morta. Eles imediatamente acionaram a polícia, que veio poucos minutos depois e prendeu as suspeitas.

"Nós conhecemos Olanimu na quarta-feira à noite quando estávamos vindo da festa de aniversário de um amigo. Nós estávamos em uma parada de ônibus quando um carro parou de repente na frente de nós. O motorista perguntou onde estávamos indo, dissemos que estávamos indo em qualquer lugar que ele estava indo.

Publicidade

Ele sorriu e nos pediu para entrar. Em seguida, fomos a um restaurante. Logo após, para o seu apartamento. Enquanto bebíamos e dançávamos o Sr. Olanimu, começou a nos tocar, a beijar e nos dar dinheiro. Levadas pela felicidade, nós respondemos e igualmente o acariciamos", disseram as suspeitas para a polícia.

Segundo as quarto mulheres, após algum tempo na sala, o grupo foi para um quarto, onde começou a ter relações sexuais com a vítima. De acordo com a polícia, a suspeita que a vítima foi envenenada foi descartada.

Segundo a polícia, a morte da vítima está ligada à exaustão induzida pelo sexo. As meninas foram liberadas sob fiança na manhã de sábado passado (25), enquanto os restos mortais do falecido foram enterrados pela família. O caso está sendo investigado. #sexo #Investigação Criminal #Casos de polícia