Jessica Penoyer revelou que ficou chocada quando abriu a porta e viu o pequeno Salvatore Cicalese, de cinco anos, com a irmã no colo. O menino estaria perturbado quando contou para a #Vizinha que a #mãe tinha morrido no duche, pedindo se ela poderia tomar conta dele e da irmãzinha, uma bebê de dois meses. Nesse momento, Jessica percebeu como isso era grave e conseguiu ajudar a mãe do pequeno Salvatore, que havia sofrido um ataque no chuveiro. Com essa ação, o menino acabou salvando a vida da sua mãe.

O menino contou como conseguiu abrir a porta da garagem, precisando para isso de um banquinho para subir e virar o interruptor.

Publicidade
Publicidade

A criança revelou que caiu do banco na primeira tentativa, mas que não desistiu e, na sua segunda tentativa, ele conseguiu abrir a garagem, pegar na menina, envolvida em um cobertor, e sair para fazer o alerta para a vizinha.

Jessica ligou logo para o serviço de emergência, assim que o menino bateu na sua porta. "O filho da minha vizinha veio para minha casa e disse que sua mãe estava morta no chuveiro", contou a mulher, também meio perturbada com o que estava acontecendo. Inicialmente, Jessica teria pensado que o menino estava segurando uma boneca e só mais tarde é que percebeu que era um bebê, que ele levava em seus braços, e que não deixou sozinho em casa.

Publicidade

"Você pode cuidar de nós?", foi o pedido que Salvatore fez, convencido que sua mãe estava morta. Possivelmente, o menino teria chamado pela mãe e, por não obter resposta, por estar desacordada, ele pensou que ela teria morrido.

Os serviços de emergência correram, então, para a casa depois do telefonema da vizinha, e descobriram que a mãe de Salvatore, Kaitlyn Cicalese, sofreu um ataque e caiu enquanto estava tomando banho. Porém, a mulher ainda estava viva.

Depois do enorme susto, Kaitlyn contou para a abc que não tem dúvidas que seu filho de cinco anos salvou a sua vida. A mulher foi levada para o hospital, onde acabou se recuperando. Entretanto, já regressou a casa, onde está recebendo o amor do seu marido e filhos. "Honestamente, ele salvou minha vida, porque eu estava sob a torneira e se ele não tivesse pedido ajuda, eu não sei se eu não teria afogado", revelou esta mãe, muito orgulhosa pela coragem do seu menino.

Por salvar sua mãe, o pequeno Salvatore foi reconhecido pelos bombeiros, e recebeu o título de "bombeiro-sapador honorário", uma bonita distinção pelo seu esforço, para salvar sua mamãe, sem deixar para trás a irmãzinha, tão bebê.

Publicidade

Apesar de sua coragem, o menino ainda não se recuperou do susto e, todos os dias, faz algumas perguntas para Kaitlyn: "Você vai ter outro ataque?", pergunta o menino, que a mãe responde que "não, eu me sinto bem". Então, ele volta e pergunta: "Você vai morrer hoje?" - "Não, hoje não vou morrer", responde Kaitlyn.

#crianças