Imagine alguém abdicar mão de tudo que tem e começar do zero apenas para viver uma experiência impressionante na vida? Ainda mais quando o resultado de tudo isso são causas humanitárias. Foi o que fez esse jovem ricaço da Síria, que vendeu tudo que tinha para apoiar a causa do câncer, e o rapaz investiu tudo no Brasil, pois morava em Dubai em solo brasileiro durante sua vida milionária, que incluía muitas festas e bebidas em iates e hotéis de luxo em todo o mundo.

Mazzi Dumato resolveu mudar sua vida drasticamente quando sofreu um acidente de carro. O homem tinha acabado de comprar um Ferrari, um veículo desejado por milhares de pessoas, mas poucos possuem recursos para ter um, quando algo terrível aconteceu com ele.

Publicidade
Publicidade

Mazzi dormiu ao volante e acabou batendo seu carro luxuoso.

Com isso, o homem acabou sendo preso e foi por lá que a vida dele se transformou pela primeira vez. Mazzi encontrou um amigo antigo seu da escola, dentro de uma das celas. Foi aí que o homem percebeu que o dinheiro não importava muito para ele, já que aquele seu amigo viveu com quase nada durante o mesmo período em que ele esbanjou muito milhões de reais por aí.

Depois de solto, o empreendedor do ramo de tecnologia de ponta, Mazzi Dumato, acabou vindo ao Brasil, onde possuía negócios e familiares vivendo em Santa Catarina. O sírio já estava vivendo uma rotina bem diferente da que ele vivia anteriormente, quando sua vida foi tocada pela segunda vez, ao conhecer uma médica que ele acabou se apaixonando. Milena trouxe uma nova vida para Mazzi, que começou a se interessar por causas humanitárias, cada vez mais se abdicando de seu dinheiro e de seu trabalho, voltando todo seu tempo em ajudar pessoas que precisam de cuidados médicos, que em alguns casos a saúde pública não pode arcar.

Publicidade

Mas, foi quando sua esposa teve câncer de mama que Mazzi decidiu o que fazer com todo seu dinheiro. O homem vendeu tudo que tinha e resolveu viver como mendigo, doando todo seu dinheiro para criar um hospital do câncer em Florianópolis, em um gesto nobre de um ex-rico que viu que poderia ser feliz sem todo aquele dinheiro.

#Bizarro