O ciúme, muita vezes, pode cegar uma pessoa e fazer com que ela simplesmente perca a noção do que está fazendo. Por mais que seja um sentimento comum, em alguns casos ele pode ser devastador, principalmente quando é em excesso.

Normalmente, ele surge quando a pessoa acha que existe uma rival que roubará o outro dela. É como sentir-se ameaçado e passa a sentir que o relacionamento até então seguro, pode abalar a qualquer momento ou até acabar.

O ciúmes doentio pode vir acompanhado de amor e ódio ao mesmo tempo, e se não tratado, pode causar grandes estragos. Foi o que aconteceu com Mark Betitta, de apenas 33 anos, que mora na cidade de Balasan, nas Filipinas.

Sua esposa, Liezel Betitta, de 32 anos, muito ciumenta, estava convencida que seu marido estava tendo um caso com a mulher de um amigo do casal.

Publicidade
Publicidade

Segundo relata o site do jornal britânico The Sun, que divulgou a notícia, os dois haviam trabalhado juntos em uma empresa de construção, na cidade de Iloilo.

Mark, depois do trabalho, resolveu esticar a noite na companhia de alguns amigos e foram beber na casa de um deles. Porém, segundo relata o site, ele acabou dormindo e não retornou para casa.

Sua esposa, enciumada, foi atrás do marido até o encontrar. Ao ver Mark dormindo, Liezel tentou acordá-lo, mas ele queria continuar a dormir. Foi então que ela tomou uma atitude inesperada. Agarrou o pênis do parceiro e cortou 5 centímetros do órgão genital.

Mark, acordou agonizando de dor, e Liezel saiu correndo, fugindo do local do #Crime. Os amigos de Mark, que estavam na casa, rapidamente tentaram ajudá-lo, ao ver a cena e o amigo derramando sangue.

Publicidade

Ele foi levado para o Jesus Colmenares Memorial Hospital, que fica no bairro Balasan Town, um pouco distante.

A mulher foi encontrada depois e presa. Em seu depoimento, Liezel disse que cortou o órgão do marido como forma de uma punição, por ele ser 'mulherengo'.

Ela ainda disse à polícia que não se arrepende do que fez, que estava cansada do marido ser “galinha” e que sabia que ele tinha uma nova namorada. Liezel disse que está pronta para as consequências de seus atos. Segundo o site, os médicos não conseguiram reimplantar o órgão.

Entenda porque algumas pessoas cometem atos terríveis por conta do ciúmes:

Uma pessoa que está ultrapassando os limites naturais do ciúmes tende a ter sentimentos como raiva, vergonha, humilhação, desejo de vingança, baixa autoestima, depressão, ansiedade etc. Por isso, é preciso que a pessoa ou o cônjuge que perceber que o parceiro está passando do limite procurar ajuda médica e apoio emocional.

Através de aconselhamentos e tratamentos, é possível amenizar essas emoções e evitar que coisas horrendas possam ser cometidas pela cegueira do ciúme. O processo nem sempre é fácil, mas todo mundo tem a capacidade de evoluir e aprender a lidar com as emoções mais profundas.

Por isso, é preciso procurar ajuda quando se está passando do ponto. Além de causar mal ao outro, a pessoa também prejudica a si mesmo. #ciumes #orgão genital masculino