Uma policial feminina abandonou seu trabalho diário de combate ao crime para se tornar uma stripper. A mulher foi identificada como Married Hannah Havers, de 35 anos, que trabalhava como policial na Thames Valley Police. Segundo a mulher, ela ganha o dobro que ela ganhava como agente da lei em apenas 12 noites por mês. Conforme informações de mídia local, a jovem é casada. O marido foi identificado como Michael, de 31 anos, com quem ela tem três filhos, Madison, de 2, Harley, de 4, e Christian, de 11 anos.

Ainda, de acordo com mídia local, ela largou a sua carreira de policial em maio de 2016, e se tornou uma stripper no clube Honey Pot, em Maidenhead, Berkshire.

Publicidade
Publicidade

Segundo a mulher, ela ganha cerca de R$ 17 mil reais por mês e tem os seus clientes fixos. "Ser um policial é muito estressante e foi muito prejudicial para o meu casamento. Agora minha vida é mais melhor. Tenho muitos clientes regulares e gosto muito do meu trabalho”, disse Married. Married e seu esposo estão com planos de abrir seu clube de dança exótica. "Sou totalmente solidário, ela não está fazendo nada de errado", disse o esposo de Married.

Segundo o esposo, após ela ter mudado de profissão foi bom para todos. De acordo com Michael, quando a esposa era PM, ela não tinha tempo para cuidar dos seus filhos, mas agora eles estão juntos o tempo todo. "Foi uma melhoria instantânea na minha vida. Eu realmente gosto disso. Estou fazendo mais em duas semanas do que em um mês inteiro na polícia.

Publicidade

Eu trabalho duas ou três noites por semana e ele se encaixa totalmente em torno da minha vida familiar”, disse Married.

Segundo a jovem, anteriormente era impossível ela ver o seu esposo. A jovem relatou que foi a melhor coisa que ela fez na sua vida foi virar uma stripper e segundo ela, ela tinha que ter feito isso a 10 anos atrás. Conforme informações da mídia local, a mulher era uma tenista profissional, chegando a ficar na 32ª colocação no Reino Unido, em sua adolescência. Quando a jovem tinha 19 anos, ela optou em ser dançarina, mas como ela queria uma profissão adequada ela entrou para a polícia aos seus 23 anos, em 2003.

"Foi muito divertido e eu consegui muito com o trabalho. Mais de 12 anos abaixo da linha, com três filhos e meu marido também na polícia, acabamos por decidir que precisávamos de uma mudança. Queríamos mais tempo para a família. Nós nos sentimos como pais solteiros na maioria das vezes, e estávamos vivendo para trabalhar, não trabalhando para viver. Nós não temos uma boa qualidade de vida. Eu comecei a odiar o trabalho. Eu não podia esperar para chegar em casa. Agora eu tenho muito tempo e apenas espaço na minha vida para desfrutar da minha família", relatou a ex-policial. Por fim, a dançarina disse que ela se senti muito mais segura no seu novo trabalho do que antes. #Polêmica #sexy #Viral