Os Estados Unidos são um país de muitas riquezas, mas também leis diferentes. Governado pelo presidente Donald Trump, o país tem leis rígidas com supostos casos de abuso sexual. Lá, qualquer relação íntima com um adulto e uma pessoa com menos de dezoito pode ser considerado um abuso. No entanto, até mesmo quando a pessoa tem mais de 18 podem existir muitos problemas. É o que aconteceu com a professora americana Jessica Storer, de 28 anos. De acordo com informações da coluna 'Hora 7', do portal de notícias R7, em reportagem publicada nesta terça-feira, 18, a docente pode pegar uma sentença de cinco anos de reclusão. Tempo demais para ficar longe do seu ofício, dar aulas.

Publicidade
Publicidade

A sentença à professora pode ser dada após ela admitir que embebedou um jovem aluno. O rapaz, de 18 anos, caiu em suas garras e foi obrigado a ter relações com a moça. O caso aconteceu em novembro do ano passado. No tribunal, Jessica confessou que deu a bebida para o jovem e que realmente o instigou a fazer sexo com ela. O problema é que o aluno é considerado muito novo e, em alguns estados americanos, tal ação pode ser vista como #Crime. O mais curioso da história é que a ação, vista como abuso sexual, começou na casa da docente, que é casada.

De acordo com o R7, Junto com seu marido Derrick, de 33, eles convidaram alguns estudantes para uma "festinha" em casa. Aos poucos, conforme a hora ia passando, os alunos iam embora, mas um permaneceu na residência. Apoiada pelo marido, Jessica deu muita bebida ao garoto de 18 anos, que teve a sua identidade mantida em segredo.

Publicidade

Após o rapaz estar muito bêbado, a mulher o obrigou a ter relações sexuais. Ela teve relações com o jovem na frente do marido, que apenas assistia à cena.

O aluno e a professora se conheceram em uma eventualidade. Ela teve que substituir uma colega no colégio Pandora-Gilboa, em Ohio, nos Estados Unidos.

Detalhes sobre o dia do crime

Ela convenceu o menino a ir em sua casa e levar amigos. Agora a professora e seu marido são julgados por dar bebida a menores de idade. Além disso, ela pode ser considerada uma estupradora, já que apenas teve relação com o aluno quando esse estava sob o efeito de álcool.

Em depoimento, o jovem contou que acordou ao lado da mulher e que somente se lembrava que os dois transaram.

Na sua opinião, a esposa e o marido precisam mesmo serem presos pelos seus atos? Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante e ajuda no diálogo de temas diversos. #Sociedade #Casos de polícia