Jessica Storer, uma jovem #Professora americana, que trabalhava na cidade de Ohio, decidiu convidar alguns alunos para uma festa na sua casa, sendo que ela e o seu marido deram álcool ilegalmente aos alunos. Tal como garante o site do jornal “Correio da Manhã”, a professora conseguiu se aproveitar desse fato para que um dos jovens tivesse que precisar de dormir na sua casa, exatamente o que aconteceu. Porém, quando o jovem acordou, reparou que estava sendo estuprado pela própria professora, sendo que o marido, que assistia a tudo, ajudou que Jessica conseguisse abusar sexualmente o adolescente.

Publicidade

O fenômeno de abusos sexuais de professores e professoras contra alunos menores parece estar crescendo significativamente, e de forma preocupante, nos Estados Unidos.

Publicidade

Apesar das penas severas que a justiça promete para as pessoas que cometam esses crimes, a verdade é que muitos profissionais parecem sentir um desejo pouco explicável em ter relações íntimas com os seus alunos.

Foi precisamente isso que aconteceu com Jessica Storer que, de uma forma premeditada ou não, acabou estuprando um dos seus alunos. Como garante o site “Correio da Manhã”, foi através de uma das pessoas presentes na festa que o caso acabou sendo investigado pelas autoridades competentes. Depois de ter sido cercada com as provas que tinham conseguido recolher, as autoridades conseguiram que Jessica confirmasse que tinha de fato feito sexo com o seu aluno de 17 anos, contando com a ajuda preciosa do seu marido.

Agora, Jessica está aguardando pelo julgamento do caso para saber quantos anos vai ficar presa, se sabendo apenas que, para esse tipo de casos, o criminoso pode ser condenado a um período de cinco anos de prisão.

Publicidade

Quanto ao marido da jovem professora, que se chama Derrick e tem trinta e três anos, vai ter que responder por três crimes, entre eles fornecer álcool a adolescentes e ajudar que o estupro conseguisse ser realizado com sucesso. A mesma publicação informa que, por cada um dos crimes, o homem pode ser condenado a pelo menos seis meses de prisão. Nas redes sociais, muitos americanos ficaram em estado de choque quando tiveram conhecimento de mais um crime horrendo envolvendo um professor e um aluno, exigindo que as autoridades americanas, de uma vez por todas, possam tomar medidas ainda mais extremas contra esse tipo de criminosos. Como em todos os casos de estupro, a coragem das vítimas para denunciar os casos também deverá ter que ser reforçada para que nenhum desses crimes possa ser silenciado. #EUA #Investigação Criminal