Katrina Goss afirmou, na quinta-feira, que seu filho, de 11 anos, havia se suicidado, depois de ter sido manipulado, em uma brincadeira sem graça, da parte dos amiguinhos e da namorada. O caso chocou a comunidade de Michigan, nos Estados Unidos da América. De acordo com os detalhes que estão sendo revelados pela #mãe de Tysen Benz, a culpa teria sido da namorada, de 13 anos. A menina teria simulado a sua morte e, junto com os amigos, convenceram Tyse de sua morte. O menino acreditou e se suicidou por amor.

"Eu vou-me matar", teria dito o menino, poucas horas antes da mãe o encontrar, tentando se enforcar. Ela ainda o levou para o hospital, onde ele ficou ligado em suporte de vida desde o dia 14 de março, mas acabou morrendo nesta terça-feira.

Publicidade
Publicidade

A namorada do menino não está sendo identificada porque ainda é menor. Katrina descreve seu filho como um bom "amigo, irmão, divertido e um atleta", que sempre surpreendia e divertia todos em seu redor.

Em declarações para o New York Post, esta mãe conta como as coisas começaram se descontrolando, quando Tysen comprou um celular nas suas costas e começou namorando essa menina mais velha, também contra sua vontade.

Apesar de não conhecer a menina, Katrina diz que gostava de a encarar, para perceber o que ela fez com o seu filho. Apesar de entender que todos são crianças, esta mãe acredita que a adolescente, com 13 anos, já é "completamente conhecedora de suas escolhas", admitindo estar "muito chateada" pela forma como ela manipulou o seu filho para o suicídio. "Eu sinto que ela se aproveitou de um garoto mais novo para controlá-lo e manipulá-lo.

Publicidade

Eu não sinto que deveria ser tomada decisão nenhuma de ânimo leve. Ela deveria ser considerada legalmente responsável por essa brincadeira horrível ", disse ela.

O capitão Mike Kohler, do Departamento de Polícia de Marquette, disse que ainda estão investigando a morte de Tysen. Se as acusações forem comprovadas, é possível que a menina possa ser julgada como um adulto, se as acusações forem graves o suficiente.

A principal diferença entre os dois sistemas é que o sistema de tribunais para adultos visa punir os infratores, enquanto o sistema juvenil visa reabilitar os infratores, para que eles possam retornar à sociedade.

Katrina Goss tem incentivado as famílias a falarem e se comunicar com seus filhos sobre os perigos da internet, mensagens de texto e mídias sociais. "Peço para as famílias falarem, estenderem a mão e comunicarem com seus filhos sobre o presente precioso da vida e os perigos da internet e das mensagens de texto, e como as telecomunicações podem ter os mesmos efeitos que falar face a face", disse ela. #Suicídio #adolescentes