Taiwan proibiu o consumo de cães e gatos, disseram os legisladores nesta quarta-feira (12), à medida que a pressão cresce para melhorar o bem-estar dos #Animais depois de uma série de casos de crueldade que provocaram indignação pública. O Parlamento aprovou uma lei para proibir o consumo e compra ou a posse de carne de cachorro e de gato, com multa de até US $ 250 mil dólares taiwaneses para quem desobedecer a lei.

Publicidade

As autoridades também podem nomear e envergonhar aqueles que violam a lei.

Publicidade

"Isso mostra que Taiwan é uma sociedade com avançado bem-estar animal", disse o legislador Wang Yu-min, que propôs as novas regras. O projeto também aumentou a pena por matar ou abusar de animais com um máximo de dois anos de prisão e uma multa de US $ 2 milhões de dólares taiwaneses. Para os taiwaneses, o consumo de cães ajuda a aumentar a potência masculina e já era consumida na ilha há décadas atrás, mas tornou-se menos popular em meio a crescentes apelos para proteger os direitos dos animais.

Em 2001, Taiwan alterou a sua lei de proteção animal para proibir o abate de animais de estimação que incluía cães e gatos para alimentação, embora não houvesse penalidade ao comer ou comprar a carne. As vendas de carne de animais de estimação só foram proibidas no final de 2003. Mas uma série de casos de abuso de animais muito divulgados tem continuado a desencadear uma profunda preocupação pública e exigências de leis de proteção mais duras. No ano passado, os militares foram forçados a pedir desculpas depois que um vídeo surgiu de três soldados torturando e estrangulando um cão vadio até a morte com uma corrente de ferro, provocando vários protestos nas ruas..

Publicidade

E em 2014, um hipopótamo masculino famoso por atuar regularmente em um zoológico privado no centro de Taiwan morreu depois de quebrar uma perna e sofrer outras lesões durante o transporte, provocando uma grande revolta de toda a população local. Reações para a nova lei foram mistas, com alguns considerando injusto apenas para selecionar gatos e cães para melhor proteção. O consumo de carne de cão também é comum em países como China, Vietnã e Coreia do Sul.

No ano passado, o festival de carne de cão mais notório da China atraiu multidões apesar da indignação internacional, já que mais de 10 mil cães foram mortos no evento em condições que os ativistas descreveram como brutais. Acredita-se que os sul-coreanos consomem entre 1,5 milhão e 2,5 milhões de cães por ano, mas a indústria de carnes está em declínio, com pouca demanda entre a geração mais jovem. No Vietnã, a carne de gato conhecida localmente como tigre pequeno é também uma iguaria e, embora oficialmente proibida, está amplamente disponível em restaurantes especializados. #Crime