Uma adolescente de 17 anos morreu depois de ser atacada por um #tubarão, por volta das 16h (horário local) desta segunda-feira (17), enquanto praticava surfe com o pai na Costa Sul da Austrália. A #Jovem Laeticia Brouwer, também conhecida como Teesh, foi puxada pelo animal para baixo da água na Praia de Kelp Beds, no estado de Esperance. As informações são do site da emissora Seven News.

A vítima foi atacada na perna pelo tubarão. A imprensa local informou que a adolescente morreu horas depois de perder uma grande quantidade de sangue no hospital onde ficou internada. Antes de ser socorrida, a jovem ainda aguardou o resgate por pelo menos 19 minutos, tendo os primeiros socorros por uma enfermeira e a ajuda do pai ainda na praia.

Publicidade
Publicidade

A jovem foi socorrida em uma aeronave de pequeno porte.

Segundo o policial Ben Jeffes, que esteve no local da #Tragédia, o pai retirou a adolescente do mar até a areia da praia na tentativa de salvar a filha. Ainda segundo a polícia local, o pai tentou de tudo para resgatar a filha, porém não teve sucesso. A mãe e as duas irmãs da vítima, que também estavam no local do acidente, assistiram todo o desespero da tragédia.

Imagens da emissora Seven News mostram o momento em que a adolescente foi resgatada por paramédicos. Antes de ser levada na aeronave, a jovem também foi socorrida por uma ambulância da região, mas a gravidade dos ferimentos a fez ser socorrida às pressas para um hospital com mais estrutura.

A família da adolescente, que mora no estado de Mandurah, também na Austrália, lamentou o ocorrido e tenta se conformar ao relatar que a jovem morreu "fazendo algo que amava".

Publicidade

"O oceano era a paixão de sua família. Surfar era algo que ela gostava de fazer com seu pai e suas irmãs", contou o tio Steve Evans.

A imprensa local informou também que a praia é conhecida por ser uma área monitorada devido aos grandes tubarões brancos que circulam pelo litoral. O Departamento de Pescas afirmou que vai ajudar a polícia nas investigações.

A praia foi fechada e deve ser liberada até que um novo aviso seja emitido. Os surfistas foram aconselhados a evitar a área nas próximas 48 horas.

As autoridades vão realizar patrulhas no local do incidente durante toda esta terça-feira (18). Barcos foram vistos varrendo a área onde ocorreu o ataque nas horas seguintes à tragédia. A Austrália teve, em média, dois ataques mortais de tubarão por ano nas últimas décadas, de acordo com a imprensa local.