Uma pequena garotinha de apenas 8 anos foi nomeada como "vítima fatal" do atentado terrorista, já revindicado pelo Estado Islâmico, no show da cantora pop Ariana Grande, em #Manchester, na noite da segunda-feira (22). O #Atentado terrorista deixou ao menos 22 mortos e cerca de 60 feridos.

A pequena Saffie estava no show com sua mãe, Lisa, e sua irmã chamada Ashlee Bromwich. Sua família atualmente recebe tratamento no hospital. Chris Upton, diretor da escola comunitária de Tarleton, onde a aluna de oito anos de idade estudava, disse: "Saffie era simplesmente uma linda menina em todos os sentidos. Ela era amada por todos e sua será lembrada com carinho. Saffie era calma e despretensiosa com um toque criativo". A notícia de sua morte chegou como um tremendo choque.

Publicidade
Publicidade

"Só de pensar que alguém poderia ir a um show e não voltar para casa é doloroso". A escola está ajudando a todos os funcionários e alunos a lidar com a notícia chocante, disse ele.

No entanto, a primeira vítima fatal do ataque confirmada foi a jovem de 18 anos chamada Georgina Callander. Que há dois anos, havia tirado uma foto com Ariana Grande em seu Instagram. A faculdade de Runshaw, onde Callander estudava, emitiu uma nota dizendo: "É com uma tristeza enorme que comunicamos o fato de que uma das pessoas que perderam suas vidas no ataque de segunda-feira em Manchester era uma de nossas alunas aqui na Runshaw . Nossos profundos pesares e orações vão para todos os amigos de Georgina, família e todos os afetados por esta perda." Uma página de financiamento coletivo na internet foi criada por dois conhecidos de Georgina para ajudar a família com os custos do funeral, e até agora já arrecadou mais do que £1,500.

Publicidade

Callander, que estava estudando saúde e assistência social na Runshaw College, em Leyland, Lancashire, enviou uma mensagem no Twitter para a cantora pop, Ariana Grande, no domingo, dizendo: "Estou tão ansiosa para vê-la amanhã".

Devido às escassas informações sobre o acontecimento, parentes de diversas pessoas que estavam presentes no show ainda não sabem se seus eles estão vivos. Segundo a premier britânica. "Todos os atos de terrorismo são atos de guerra, mas este ataque se destaca pela covardia", afirmou Theresa May, esboçando uma reação ao Estado Islâmico.

A polícia britânica informou que um homem de 22 anos chamado Salman Abedi foi o autor do atentado. Ele morreu junto com a explosão. Pela internet, surgiu um comunicado dizendo que o Estado Islâmico revindica o atentado. Abedi teria nascido em Manchester e seria de família de origem líbia. #Mundo