Um cantor e guitarrista americano, identificado como Jared McLemore, provocou a própria morte em um vídeo divulgado, ao vivo, pelo Facebook. A informação foi confirmada por diversos veículos de comunicação do mundo inteiro. O músico morreu neste sábado (13), na cidade de Memphis, estado do Tenesse, nos Estados Unidos. O homem, a fim de cometer o atentado contra si mesmo, colocou combustível em seu corpo e, em seguida, ateou fogo. A situação foi transmitida diretamente de um bar da região e levou o horror para muitas pessoas, que estavam em sua timeline e se depararam com a cena. O cantor até chegou a ser socorrido, mas já era tarde. Ele acabou falecendo devido às queimaduras graves que adquiriu em todo o seu corpo.

Publicidade
Publicidade

A cidade onde a tragédia aconteceu é conhecida por ser a terra natal do cantor de rock Elvis Presley. Uma das pessoas que estava assistindo às imagens ficou apavorada com tudo o que via e decidiu entrar em contato com a polícia. Os agentes da lei, então, decidiram ir até o local com urgência e tentar evitar que o homem se matasse. Ao chegarem, os policiais, no entanto, encontraram o homem já inconsciente, sem roupa e muito machucado. O vídeo com ele cometendo terrível ação chegou a ser compartilhado por muitas pessoas, o que as autoridades alertam que pode ser também um #Crime.

O músico chegou a ser levado para o 'Hospital Regional One', mas não resistiu à intensidade dos ferimentos. Jarde McLemore era famoso no estado onde morreu. Ele fazia apresentações intimistas nos bares da região, usando sempre sua guitarra e também cantando.

Publicidade

Quem teria identificado o artista morto foi uma ex-namorada dele. Testemunhas que conversaram com a polícia disseram que viram o homem sair correndo para um estacionamento do bar onde trabalhava e, em seguida, cometer o crime contra si mesmo.

Ele começou por despejar combustível no seu corpo ateando depois o líquido. Quando ficou em chamas, ele correu para dentro do bar, onde encontrou os clientes. Alguns teriam pensado até que tudo não teria passado de uma piada. No entanto, ao perceber melhor a cena, descobriram que, infelizmente, tudo era real.

Veja abaixo um vídeo que mostra o músico tocando sua guitarra, antes do surto que o fez ficar famoso em todo o mundo:

Serviço: No Brasil, contra práticas tristes como essa existe o trabalho do Centro de Valorização da Vida (CVV). A entidade atende através do telefone 141. A ligação é gratuita e pode ser feita de qualquer lugar do país. #Música