Kamiko Dao Tsuda-Saelee, uma bebê de apenas 6 meses de idade que morava com sua família em Las Vegas, estava brincando calmamente na cozinha de casa quando uma tragédia, que poderia ter sido evitada, aconteceu: ela foi atacada por um #Cachorro da raça pitbull.

O incidente foi relatado em torno da uma hora da manhã, em uma residência no bloco 9100 do Brilliant Prairie Court, perto de Fort Apache Road e Centennial Parkway - a casa do cão e do bebê. A polícia de Las Vegas disse que a mãe estava sozinha com a criança.

O cachorro, que é um cruzamento de pitbull com vira lata, estava puxando violentamente a criança quando a mãe percebeu o que estava acontecendo.

Publicidade
Publicidade

Ela tinha saído da cozinha durante alguns momentos para ir no banheiro e nunca imaginou que o cachorro da família pudesse atacar a filha. Com medo de que a criança pudesse cair e se machucar nos momentos em que estaria no banheiro, a mãe colocou a filha num andador. O cachorro provavelmente estranhou ver a criança, assustou-se com algo que não estava acostumado a ver, e atacou.

Após lutar durante alguns momentos com o animal que estava mordendo e prendendo a cabeça da bebê, LaylaTsuda, a mãe da pequena Kamiko, conseguiu libertar a filha. Mas já era tarde, graves traumas na cabeça ditaram o falecimento da menina, que chegou sem vida ao hospital onde foi transportada com urgência.

Mana, como é o nome do animal, já estava na família há quase 10 anos, sendo descrito pelos donos como um animal bastante meigo e carinhoso que nunca demonstrou comportamento agressivo.

Publicidade

Antes deste triste e trágico episódio, o animal nunca atacou ou mordeu nenhum membro da família ou outras pessoas desconhecidas.

O cachorro foi recolhido por uma instituição de controle animal e abatido por injenção letal, segundo funcionários da instituição.

Policiais que foram chamados ao local descreveram a situação como uma grande tragédia e fizeram um alerta: por mais confiança que se tenha nos animais de estimação, sendo de raças dóceis ou não, é necessário sempre supervisionar se não apresentam comportamentos agressivos, principalmente quando estão perto de crianças ou desconhecidos.

Em uma declaração, a mãe devastada disse: "Eu não tenho palavras para explicar a minha dor."

Os parentes da criança, de origem havaiana, criaram uma página na internet para auxiliar a família com as despesas médicas e com o funeral de Kamiko.

Este é um alerta importante para todos os donos de animais, nunca se deve deixar uma criança pequena sozinha na presença deles sem supervisão de um adulto. #pitbull