Um clube de strip-tease localizado na cidade de Jacksonville, Flórida, nos Estados Unidos, teve que ser fechado provisoriamente depois que algumas dançarinas e clientes tiveram diarreia após supostamente comerem camarão estragado servido livremente no local. Conforme informações, o incidente aconteceu na sexta-feira (26), e as causas do incidente permanecem sob investigação.

Porém, a suspeita é que a causa está ligada à comida estragada servida no local. Por motivos de segurança, o nome do estabelecimento não foi divulgado.

Segundo relatos da imprensa local, o clube de strip estava quase cheio na noite de sexta-feira, quando o incidente ocorreu.

Publicidade
Publicidade

Tanto os funcionários quanto os clientes relataram ter comido no buffet livre, que incluiu a seleção usual de costelas, frango e camarão fritos.

Os resultados da análise de laboratório ainda não foram divulgados, mas uma fonte relatou para jornalistas locais que o camarão estragado foi a causa mais provável da diarreia. Segundo informações divulgadas por meios de comunicação, o incidente aconteceu por volta das 23 horas.

Conforme informações, as dançarinas estavam se apresentando em pontos separados quando as cólicas começaram e foram forçadas a correr para os banheiros, com algumas defecando na pista. "No começo, eu senti um mau cheiro. Eu pensei que talvez o rapaz ao meu lado tivesse soltado um pum. No entanto, o cheiro ficou pior e eu notei que muitos outras pessoas estavam olhando ao redor para ver o que era", disse uma testemunha, que preferiu ficar no anonimato.

Publicidade

Segundo ela, um fluxo de líquido marrom logo caiu sobre o palco. "Foi absolutamente nojento. Vários convidados imediatamente vomitaram. Eu, pessoalmente, corri para a saída, eu perdi todo o interesse no show", afirmou a testemunha.

Algumas dançarinas que estavam no palco também sofreram diarreia. Logo depois, foram forçadas a abandonar o espetáculo. "Eles tiveram dificuldade em sair do palco", disse um cliente, que testemunhou toda a cena. "Saltos altos e diarreia realmente não se misturam”, acrescentou.

Alguns dos convidados que estavam desfrutando do show também tiveram um mal-estar e tiveram que ir às pressas para o banheiro. Faxineiros que foram contratados para lidar com a bagunça supostamente foram chocados com a condição do local. "Clubes de strip são geralmente lugares sujos, mas isso foi em um nível totalmente novo. No meu tempo, eu vi fezes em um mictório uma ou duas vezes, mas nunca em tantos lugares", disse um dos funcionários da limpeza.

Um caso semelhante aconteceu em casa noturna de Ribeirão Preto, cidade no interior de São Paulo, em 2015. Na ocasião, uma jovem defecou no meio da pista de dança. Na época, o caso foi o mais comentado na localidade. #Viral #Investigação Criminal #Casos de polícia