Cerca de 140 membros da mesma família, todos moradores de uma singela aldeia em Alappuzha, região Sul da Índia, nasceram com os dedos grudados e deformados. Conforme o jornal britânico The Sun, edição de terça-feira (16), os integrantes do clã Kannathu acreditam que a bizarra condição foi imposta a eles pelo ‘deus cobra’.

Os indianos creem que a entidade amaldiçoou a família décadas atrás. Contudo, a anormalidade biológica, que incapacita o desenvolvimento dos dedos, conhecida pela ciência como sindactilia, pode ser tratada cirurgicamente.

Apesar de saberem que a medicina é capaz de ‘curá-los’, os supersticiosos indianos ignoram a ideia de corrigir o problema.

Publicidade
Publicidade

Para eles, uma cirurgia corretiva irritaria o hipotético deus, que faria de tudo para destruí-los, trazendo má sorte e doenças.

A anciã da tribo, Sarasu Kannathu, 70 anos, que tem dois dedos grudados em ambas as mãos, salienta que os parentes rejeitam a possibilidade de reverterem a anomalia embrionária.

"Nós nem vemos a cirurgia como uma opção", declara - veja foto.

A idosa ainda frisa que, embora eles tenham os dedos fundidos, todos vivem uma vida normal, exercendo atividades diárias, sem encontrar dificuldades.

Todavia, ela admite temor em sofrer represálias do ‘deus cobra’, caso mude sua condição.

Publicidade

Sarasu salienta ter uma forte sensação de que “algo ruim vai acontecer” com a família se eles se submeterem ao procedimento.

Lakshmi, parente da mulher e portador da mesma condição, também acentua ser capaz de exercer qualquer tipo de função.

Segundo ele, que diz ter habilidade para cortar legumes, cozinhar, lavar roupas e até mesmo costurar, há somente um aspecto nisso tudo que o deixa frustrado: o fato de não poder ostentar utensílios.

“No entanto, sinto falta de usar anéis", revela – veja mais fotos

Origem da ‘maldição’

Sarasu explica que a tragédia familiar iniciou há 90 anos, quando um vizinho da tribo cortou uma árvore sagrada.

Publicidade

Desde então, as crianças de nossa família nascem com as mãos palmadas [grudadas]”, acredita a idosa.

A mulher ainda apresenta outro argumento para atestar a veracidade da praga do ‘deus cobra’. Ela acentua que um familiar perdeu a audição após se submeter a uma cirurgia para corrigir o defeito.

"Não queremos enfrentar o mesmo destino ferindo ou irritando os Deuses", fala.

Temendo que o hipotético deus lance novas maldições sobre eles, todos os anos a tribo dos ‘dedos grudados’ organiza cerimônia em um bosque sagrado, com objetivo de apaziguar a ira divina. #Bizarro #Mídia #Curiosidades