A família de #Bradley Lowery, o menino inglês que luta contra o câncer, foi forçada a negar que o jovem tenha morrido, depois de um comentário vil de um internauta. Lynn Murphy, gerente da campanha de angariação de fundos do pequeno Bradley postou no #Facebook: "Pedimos a todas as pessoas que compartilharam o 'RIP Bradley' para derrubá-lo, este foi claramente iniciado por um troll, e o menino está muito vivo".

Na internet, já se encontravam vários comentários de pessoas confortando a família do menino, dias depois da mãe de Bradley ter falado que o menino está cada piorando. O caso de câncer de Bradley é terminal e o câncer vem-se espalhando.

Publicidade
Publicidade

O menino ficou famoso na Inglaterra, por ser um bravo torcedor do time Sunderland.

Ele foi até mascote da equipe em alguns jogos e fez uma amizade enternecedora com a estrela do time, Jermain Defoe. Rapidamente, o pequeno Bradley se tornou na imagem da luta contra o câncer infantil na Inglaterra e, graças a ele, uma campanha de angariação de fundos tem conseguido resultados incríveis para a investigação da doença.

"Brad ainda está com dor, mas está lidando o melhor que pode, ainda estamos recebendo sorrisos incríveis", pode-se ler na página de apoio ao menino.

A mãe de Bradley, Gemma, contou que o menino pode passar o final de semana em casa, mas cansado depois dos tratamentos de sexta-feira (26).

Publicidade

O menino vai regressar ao hospital nesta terça-feira (30) para continuar com a sua radioterapia. Gemma havia revelado recentemente que o seu filho estava ficando "sem muito tempo para viver", com sua situação de saúde se agravando muito.

Ela revelou que o câncer de Bradley Lowery estava se espalhando rapidamente. "O câncer de Bradley está se espalhando a um ritmo muito rápido e ele tem agora muitos novos tumores, incluindo nos pulmões. Estamos com o coração partido, isso está acontecendo tão rápido. Bradley está recebendo cuidados paliativos em casa. Ele está indo para a terapia de rádio no final desta semana e na próxima semana, mas isso é para controlar a dor com a esperança de que ele se sinta confortável", revelou Gemma em um post, onde ela se mostrou sem esperanças, perante a doença do filho.

O pequeno Bradley Lowery festejou recentemente o sexto aniversário internado no hospital internado. Ele luta contra a doença desde dezembro de 2012. A família juntou mais de R$ 3 milhões para ir a uma clínica nos Estados Unidos, mas as esperanças caíram quando eles receberam o diagnóstico terminal. Esse dinheiro agora está sendo usado para financiar seu tratamento no Reino Unido e para ajudar outras famílias no futuro. #cancer