A #Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) é uma aliança intragovernamental, na qual os países membros encontram um sistema de defesa coletiva, onde se defendem mutuamente em caso de ataque de qualquer entidade externa. Enquanto seus líderes estão reunidos, é uma tradição um encontro para suas esposas, as primeiras-damas de grandes nações; porém, na reunião desta sexta-feira (26), um fato inusitado chamou a atenção pelo mundo: pela primeira vez em sua história, o registro oficial do momento destinado às primeiras-damas incluiu um homem, um "primeiro-marido".

Mais alguns detalhes sobre o evento

O encontro ocorreu em Bruxelas (Bélgica), no Castelo Real de Laeken, morada da Rainha Mathilde, uma das ilustres presenças registradas nas fotos que ganharam fama.

Publicidade
Publicidade

Junto com Gauthier e a Rainha, na foto também estavam Melania Trump (Estados Unidos), Brigitte Macron (França), Emine Gulbaran Erdogan (Turquia), Ingrid Schulerud (Noruega, mulher do secretário-geral da OTAN), Desislava Radeva (Bulgária), Thora Margret Baldvinsdottir (Islândia), Mojca Stropnik (Eslovênia) e Amelie Derbaudrenghien (Bélgica).

A famosa foto de Gauthier entre as damas foi feita durante um jantar que fez parte da programação para os cônjuges dos líderes da OTAN, e mais cedo também como parte desta programação, em visita ao Museu Magritte, Destenay conversou animadamente com a americana Melania e a francesa Brigitte.

Saiba mais sobre o "primeiro-marido" e seu esposo, Xavier Bettel

Gauthier é arquiteto e de origem Belga, e atua como sócio em um escritório de arquitetura chamado A3 Architeture.

Publicidade

Seu esposo, Xavier Bettel, é advogado, ex-prefeito de Luxemburgo (capital), e atualmente primeiro-ministro do país. O casal está unido desde 2010, mas somente oficializaram o fato em 2015, quando a união homoafetiva foi legalizada no país.

Fato marcante nos discursos de Bettel é que ele pediu aos cidadãos de seu país que não considerassem sua orientação sexual no momento de decisões (votações), pois ele sempre se declarou homossexual, não se considerando melhor nem pior por este fato, querendo ser reconhecido por seu trabalho. Nas próprias palavras de Xavier: "Eu tenho apenas uma vida, e eu não quero esconder a minha vida. Mas eu não era "o candidato gay. As pessoas não votaram em mim por eu ser gay ou heterossexual."

Após a grande repercussão da imagem há quem diga que ela transmitiu uma mensagem contra a #Homofobia, problema bastante grave no Brasil (como muitas vítimas fatais inclusive) e no mundo. E você o que achou do click? E o que acha sobre o que esta imagem representa? Como você vê a questão da homofobia hoje no Brasil e no mundo? Deixe sua opinião, ela é muito importante e bem-vinda. #Viral