Um casal homossexual foi condenado por um tribunal da #Indonésia a receber 85 chicotadas por ter mantido relações sexuais. A sentença foi além do que a acusação sugeriu que fosse dada – 80 chibatadas.

Os condenados têm idade entre 20 e 23 anos e decidiram aceitar a punição, não vão recorrer. Grupos de direitos humanos fizeram apelo para que a sentença fosse aliviada, mas não foram ouvidos.

Na Indonésia existe uma lei contra #Homossexuais desde 2014. Foi baseado nessa legislação que os juízes da província conservadora de Aceh deram o veredito ao casal gay. Essa é a primeira condenação de homossexuais desde que a lei entrou em vigor há três anos.

Publicidade
Publicidade

O casal gay vive na província de Aceh. Ela é formada por uma população muito conservadora, que suspeitava do relacionamento que os rapazes levavam há um tempo. Moradores decidiram, então, observar os dois jovens e conseguiram flagrá-los tendo relações sexuais.

Após terem sido filmados pelos vizinhos, o vídeo foi enviado para as autoridades locais para que as devidas providências fossem tomadas. O casal foi detido em março, com o julgamento sendo realizado nesta semana. Aceh é a única região do país que permite condenar pessoas se baseando em interpretações religiosas muçulmanas.

Existe um acordo feito com a região que permite criar qualquer estatuto para punir pessoas de sexualidade ou religiões diferenciadas. Desde, então, a desigualdade entre homens e mulheres cresceu consideravelmente juntos com a discriminação LGBT.

Publicidade

Os rapazes condenados foram acusados de sodomia. A sodomia é interpretada pelos religiosos como um ato de perversão, que consiste em sexo anal entre duas pessoas do mesmo sexo ou sexo oposto.

Aceh conseguiu o status de democracia plural desde 2011. A partir daí, que conseguiu basear suas leis na religião muçulmana e movimentos separatistas. A província corresponde apenas a 2% da população do país, que tem 250 milhões de habitantes.

O juiz presidente do tribunal, Khairil Jamal, foi quem se pronunciou ao caso, dizendo que os réus são culpados e serão punidos severamente. Um dos rapazes chorou quando a sentença foi anunciada e suplicou clemência ao grupo de três juízes, mas não adiantou.

Os rapazes, que foram declarado culpados pelos juízes e também pela população, não tiveram a identidade revelada. A pena de 85 chicotadas deverá ser aplicada na próxima semana em uma praça pública para que a população possa acompanhar. #Mundo