O #amor tem seus segredos e suas loucuras, por isso é possível ver e ouvir histórias de amor que parecem ter saído de um conto de fadas ou até mesmo de um filme de terror. O que dizer de um homem que segundo ele em uma homenagem e pelo amor que sempre cultivou por sua esposa, optou por dormir com seu cadáver?

Pois bem, existem histórias de amor que ultrapassam o tempo como por exemplo Romeu e Julieta, que retrata uma tragédia que aconteceu por causa de um romance proibido. Está história que foi escrita por William Shakespeare entre 1591 e 1595 e se tornou o caso de amor mais conhecido do mundo.

Mas uma prova de amor na Inglaterra chamou a atenção da mídia, de acordo com o portal de notícias online R7, um homem optou por dormir ao lado da esposa morta por seis dias.

Publicidade
Publicidade

Saiba mais aqui.

Homem mantém mulher morta em quarto por seis dias

Russell e Wendy Davison era um casal encantador. Tanto ele como ela eram extremamente apaixonados um pelo outro. Ambos com 50 anos, viviam em paz e curtiam os dias juntos na cidade de Derbyshire, na Inglaterra. Porém os dias de felicidade se acabaram quando Wendy perdeu uma luta de aproximadamente para o câncer e faleceu.

Quando sua amada esposa faleceu, Russell não aceitou que o corpo dela fosse enviado para uma funerária ou para um hospital, por isso ele resolveu mantê-la em casa. O homem afirma que ao contrário do que a maioria das pessoas imaginam, ter o cadáver de uma pessoa que você ama em casa não tem nada de assustador.

Ele revelou que deu banho em Wendy, que depois a vestiu e a colocou com todo carinho dentro de um caixão que estava no quarto do casal.

Publicidade

Aliás Russell chama a urna funerária de casulo.

O britânico afirmou que Wendy faleceu sem dor, calmamente ao lado das pessoas que ela mais amava, nos braços da #Família. Russell ainda afirmou que ela morreu linda, como sempre foi durante toda a sua vida, sem maquiagem, somente a sua beleza radiante.

Câncer

Wendy foi diagnosticada com câncer em 2006, ela iniciou o tratamento convencional e três anos depois os médicos que a assistiam afirmaram que ela tinha apenas mais 6 meses de vida.

Foi então que ela resolveu deixar o tratamento convencional e decidiu aproveitar a vida ao máximo ao lado de seu amado marido.

A mulher optou por um tratamento mais natural e recebeu todo o apoio da sua família. O casal fez uma linda viagem pela Europa, estiveram em lugares maravilhosos e aproveitaram cada segundo de vida dela juntos e felizes, retornando para casa somente em setembro de 2016.

Quando Wendy faleceu, Russell disse que de maneira alguma entregaria sua esposa para um diretor de um funeral, que ele a queria junto da família, que eles cuidariam dela e a manteriam em casa, para dormir ao lado dele.

Ele criou um pequeno santuário em respeito a memória de sua amada esposa e organizou uma recepção em sua casa para receber os amigos e comemorarem a vida de Wendy. #Relacionamento