Um australiano publicou em um grupo privado no #Facebook, que tem mais de 14 mil membros, um vídeo caseiro fazendo sexo com uma mulher. Se não bastasse a violação de privacidade extrema, o homem ainda fez comentários maldosos sobre a sua parceira.

O homem, sem nenhum pudor, refere-se à mulher como "baleia", alegando que só fez sexo com ela porque estaria em uma fase ruim. Ainda indagou aos demais componentes do grupo se eles já haviam tido relações alguma mulher maior do que essa.

Indignação

Uma das pessoas que viu o vídeo, identificada como Hayden Brien, ficou indignado com a atitude do homem que divulgou o vídeo sem nenhum pudor e ainda falou muito mal sobre o físico da parceira.

Publicidade
Publicidade

Para tentar coibir a ação do homem na divulgação da gravação, Brien compartilhou a postagem abertamente em sua própria página na rede social.

Cyberbullying invertido

O que mais chocou Brien é que sua tentativa de expor uma conduta péssima acabou gerando ofensas contra ele. Muitos homens defenderam a publicação e proferiram palavras de baixo calão contra a atitude do homem, que só fez o que pensou que era correto.

Quase 250 pessoas teriam curtido a publicação até o fechamento deste artigo. Ao denunciar o vídeo no Facebook, Brien teve a resposta de que a gravação caseira "não violaria os termos da rede social", o que deixou o homem mais irado ainda com a situação.

Ao que parece, o vídeo foi postado em uma espécie de grupo de homens que buscam ajudar uns aos outros, uma espécie de "Homens Anônimos" e que tem diversos seguidores ativos nas redes sociais.

Publicidade

Postagem ofensiva

Para Brien, a postagem do homem foi extremamente ofensiva e incompatível com o objetivo do grupo existente na rede social, que visa ajudar pessoas que estão passando por situações difíceis e precisam desabafar. Ele ainda salientou que o homem que postou o vídeo teria sido extremamente ignorante, achando-se "melhor" do que as outras pessoas que moram no mundo.

Por isso, é melhor ter cuidado com tudo o que se faz em relação aos vídeos postados nas redes sociais, ainda mais quando eles são íntimos. Infelizmente, a internet não perdoa condutas como essa, verdadeiramente horrendas. Elas ressaltam ainda mais os cuidados que as pessoas precisam ter em um mundo informatizado, onde a informação percorre todos os cantos do mundo em poucas frações de segundos.

A conduta do Facebook também não pareceu das melhores nesse caso, na opinião de Brien. #bullying #Ofensa