Um homem postou um #Vídeo seu fazendo sexo com uma mulher, em um grupo privado só de homens, no #Facebook. Como um outro internauta comentou, o mais provável é que a mulher não tenha nem ideia de que estava sendo filmada e o homem ainda a rebaixou com alguns comentários degradantes. No post que ele colocou, ele perguntou: "Qual a maior baleia que vocês já pegaram?". Depois, ele explica que ele conseguiu agarrar esta "besta de 130 quilos", se referindo à mulher com quem ele estava mantendo relações sexuais. O caso aconteceu na Austrália, mas a identidade de todos os envolvidos está sendo protegida.

O vídeo foi postado em um grupo de homens, que tem mais de 14 mil membros e a garota ficou exposta, para que todos pudessem vê-la.

Publicidade
Publicidade

Ao comentário e vídeo inicial, se seguiram vários comentários no mesmo nível, onde ninguém parece se importar com a mulher, mas apenas comentam para a humilharem, por causa de seu excesso de peso. Os outros homens elogiaram este troll e continuaram rebaixando a mulher, mostrando uma total falta de respeito para com esta vítima da internet.

Internauta denunciou o homem

Depois de vários comentários maldosos, existiu um comentário para terminar com toda a sessão de 'body-shaming'. Hayden Brien viu o post e denunciou o caso, compartilhando a sua opinião. Ele contou que um homem havia postado imagens de um vídeo dele fazendo sexo com uma mulher no Facebook, assumindo que essas imagens "não foram postadas com o consentimento da jovem".

Publicidade

Hayden ficou surpreendido como esse post contava já com "mais de 230 amizades e 103 comentários", mas nenhum deles saiu em defesa da menina, que ficou exposta em um grupo de 15.524 homens, sem que ela tivesse dado seu consentimento. Esse australiano diz que já viu várias coisas que não gostou nesse grupo de homens, mas que dessa vez ele não poderia deixar passar e seguir em paz com a sua consciência. Sua revolta foi demais e ele fez isso para que alguém no Facebook pudesse retirar essas imagens do site.

Esse post também recebeu vários comentários, e com as pessoas elogiando a "decência" de Hayden, por denunciar a falta de caráter do outro homem. No entanto, alguns comentários foram em outra direção e algumas pessoas consideraram que ele estava "exagerando" e que isso era "perseguição".

Entretanto, o Daily Mail Australia já contatou o Facebook, mas ainda não obtiveram uma resposta. De recordar que esse não é o primeiro problema que esta mídia social passa, por culpa de vídeos ao vivo. Recentemente, foram denunciados posts de vídeos de estupros, sexo consentido, suicídios e homicídios, que foram transmitidos ao vivo no Facebook.

A rede social está mudando algumas funcionalidades, tentando evitar que este tipo de casos sejam vistos e compartilhados.