Um fato ocorrido na Índia tem chocado o mundo. Em um incidente doloroso, um bebê foi encontrado tentando mamar em sua mãe, morta deitada ao lado de trilhos ferroviários em Damoh, distrito de Madhya Pradesh, a cerca de 250 Km de Bhopal, na Índia. O bebê estava chorando sem saber que a mãe morreu ou o que realmente havia acontecido. Ele foi deixado próximo a ela por aldeões que se reuniram em torno da cena, na manhã de quinta-feira. O menino de cerca de um ano e meio, apenas chorava e tentava se alimentar da mãe que estava caída, já sem vida.

O moradores que vivem próximo ao local encontraram o cadáver e a criança por volta das 6h da manhã, próximo aos trilhos do trem.

Publicidade
Publicidade

Os primeiros a presenciarem a cena acionaram a polícia ferroviária imediatamente. Mas é claro, no mundo em que vivemos, onde os celulares estão espalhados por todos os lados e as pessoas preocupadas apenas com a forma e não com o conteúdo, preferiram registrar a cena que resgatar o bebê da terrível e dramática cena na qual ele estava inserido.

Não está claro se a #Mulher caiu do trem ou foi atingida por um. No entanto, seus ferimentos sugerem que ela caiu e bateu a parte de trás de sua cabeça, ferimento que se tornaria letal. Ela sangrou até morrer, algum tempo depois de ter aberto a ferida na parte de trás do cabeça.

O bebê se salvou ileso

O espírito materno desta mãe realmente foi incrível. Ela caiu, bateu a cabeça e mesmo assim conseguiu proteger seu filho da queda e, sabendo que poderia acontecer o pior com ela, tomar algumas atitudes que foram fundamentais para garantir a sobrevivência do pequeno.

Publicidade

Segundo o Hindustan Times, jornal do país, o policial Anil Marawi que atendeu o chamado no local disse: "Ela morreu antes que as pessoas a encontrassem. A criança não estava ferida. Provavelmente, assim que se feriu, mas ainda consciente, abriu um pacote de biscoitos e deu alguns para a criança. Ela também o colocou próximo ao peito para amamentar seu filho e garantir que ele sobrevivesse. A criança chorava muito quando foi separada de sua mãe.", disse o policial.

O hospital se recusou receber a criança

Sudhir Vidhyarthi, presidente do comitê de bem-estar infantil (CWC) de Damoh disse: "A criança estava com fome, tentando mamar na mãe morta. Mesmo assim, diante da cena comovente, funcionários do hospital do governo, localizado na cidade da #Tragédia, disseram que não aceitariam a criança, já que ele não poderia pagar uma taxa de admissão de R$10. Um enfermeiro então se apresentou para pagar a taxa e, mesmo assim, não conseguiu fazer a internação do pequeno garoto. O corpo da mulher foi enviado para autópsia, enquanto o menino foi levado para um abrigo infantil. A polícia está agora tentando rastrear a identidade da mulher. A única pista que eles receberam é o nome de uma loja de jóias 'Tikamgardh' que estava dentro de sua bolsa. A polícia deve espalhar avisos pela cidade na tentativa de identificar a mulher.

Comentem! #Bebê