O polêmico Presidente Donald Trump está com a popularidade em baixa. Na página frontal do site da organização sem fins lucrativos "Free Speech For People", há um link convocando a população a aderir ao movimento de impeachment do presidente norte-americano.

No site da organização, a justificativa para o impeachment é que, desde que assumiu o cargo de líder da nação mais importante do mundo, Donald Trump está violando a Constituição dos Estados Unidos, com atitudes anti-democráticas, xenofóbicas e de impedimento da administração da justiça.

Caso consigam êxito, será o mandato mais curto da história de um presidente norte-americano.

Publicidade
Publicidade

Trata-se de um caso que poderá ter tanta repercussão quanto ao Caso Watergate, em 1972, que levou à renúncia do presidente Richard Nixon. Nixon havia sido reeleito neste mesmo ano pelo Partido Republicano.

Segundo as estimativas, 950 mil cidadãos já aderiram ao projeto. A gota d'água foi a demissão do diretor do FBI, James Comey.

Segundo o site, suas ações como empresário também são questionadas, com acordos ilícitos com algumas empresas no exterior, como o Banco Industrial da China, por exemplo, que é inquilino da Trump Tower.

Resumindo, os motivos para o impeachment de Trump são: traição, suborno e corrupção.

Eleito como o 45º Presidente dos #Estados Unidos pelo mesmo partido de Nixon, Donald John Trump, empresário, 70 anos, venceu as últimas eleições presidenciais derrotando Hillary Clinton com 306 contra 232.

Publicidade

Partindo para ações radicais em seu governo, Trump proibiu a entrada de cidadãos de sete países mulçumanos e eliminou o programa de refugiados do país, dando como justificativa a prevenção contra o terrorismo. Também há o projeto da construção de um muro na fronteira com o México, impedindo a entrada de cidadãos deste país nos EUA.

Outra questão é a guerra, por enquanto psicológica, contra o líder da Coreia do Norte Kim Jong-un, preocupado com os testes nucleares propostos pelo Supremo líder deste país.

Os brasileiros conhecem bem Trump pela televisão antes de ser presidente, pois criou o reality show "The Apprentice". A versão brasileira foi protagonizada pelo empresário Roberto Justus, batizando o programa de "O Aprendiz", cujo propósito era de contratar o vencedor do reality show para uma de suas empresas.

No Brasil, Trump tem como empreendimentos a TRUMP Towers Rio, no Porto Maravilha, que será um complexo de cinco torres de 150 metros de altura com 38 andares, abrigando escritórios corporativos, e o hotel 5 estrelas Trump Hotel Rio de Janeiro, na área nobre da Barra da Tijuca, Zona Oeste carioca, que teve o custo de mais de 300 milhões de reais, mas encontra-se ainda inacabado. #Donald Tump #James Comey