Cerca de 12 horas depois desde que foi noticiado que a casa de espetáculos Manchester Arena, norte da Inglaterra, sofreu um ataque com explosivos, ao fim do concerto de Ariana Grande, o Estado Islâmicos (EI) teria reinvindicado o ato terrorista, usando a internet. O autor do ataque estaria entre os mortos, e Polícia Metropolitana da cidade também deteve um jovem de 23 anos, suspeito de conexão com o atentado.

De acordo com as informações, o EI comemorou em redes sociais, utilizando hashtags fazendo referência ao ataque, e alguns internautas encorajaram que atos como o visto ontem acontecesse em outros lugares do mundo. Em algumas mensagens, o ataque em #Manchester, que vitimou 22 pessoas - entre elas, uma menina de oito anos - e deixou 59 feridas, teria sido uma vingança em respostas ao ataques aéreos no Iraque e na Síria.

Publicidade
Publicidade

A Primeira-Ministra britânica, Theresa May, falou com a impressa na manhã desta terça-feira (23) e disse que as autoridades acreditam que já conhecer a identidade do homem-bomba, que utilizou um explosivo caseiro para causar o atentado. Ela, entretanto, disse que os policiais não querem revelar, por enquanto, mais detalhes desta informação.

O caso

A polícia de Manchester recebeu um alerta de explosivo às 22h35 (horário local; 18h35 de Brasília) na casa de eventos Manchester Arena, uma das mais modernas do mundo, com capacidade para mais de 20 mil pessoas. A bomba explodiu na saída do show da cantora norte-americana Ariana Grande. A área foi isolada e ambulâncias foram enviadas ao local.

Algumas pessoas conseguiram gravar a confusão na saída e outras, que vivem próximas à Arena, também registraram o incidente.

Publicidade

Ariana cancela sua turnê mundial

Segundo fontes do site TMZ, a cantora Ariana Grande cancelou, por tempo indeterminado, sua turnê mundial - que também tinha show previsto no Brasil nos próximos meses. Entre os shows que devem ser remarcados estão o da Bélgica, da Polônia, Alemanha e na Suíça.

Sua equipe, liderada pelo empresário Scooter Braun, deixou uma mensagem no twitter sobre as vítimas. "Nesta noite, nossos corações estão despedaçados. Palavras não conseguem expressar nosso pesar pelas vítimas e famílias dos feridos nesse ataque sem sentido. Nós lamentamos pelas vidas das crianças e pessoas amadas cujas vidas foram tiradas por este ato covarde. Nós estamos gratos pelo serviço altruísta nesta noite em Manchester dos que primeiro responderam e correram em direção ao perigo para ajudar a salvar vidas. Nós pedimos a todos vocês que levem, em seus corações e orações, as vítimas, suas famílias e todos que foram afetados", disse. Grande também se manifestou, junto com outros artistas, como Taylor Swift, OneRepublic, Katy Perry e Sophie Turner. #EstadoIslâmico #Ataque Terrorista