Um vídeo chocante mostra o momento exato em que uma adolescente de 14 anos é supostamente forçada a se casar com um homem 20 anos mais velho do que ela na parte de trás de uma mesquita de Melbourne, na Australia. O vídeo, apreendido pela polícia, estava no aparelho de telefone celular do acusado. As imagens mostram a cerimônia islâmica tradicional feita por um clérigo muçulmano. Segundo informações divulgadas por meios de comunicações, a cerimônia ocorreu em setembro do ano passado, mas o vídeo só veio a tona recentemente, após um aumento dramático em relatos de casamentos forçados de menores de idade na Austrália nos últimos anos.

O homem em que aparece realizando o casamente foi identificado como Imam Ibrahim Omerdic, de 62 anos.

Publicidade
Publicidade

Conforme informações, o vídeo mostrado em tribunal foi divulgado pelo portal de notícias 7 News, em que aparece a adolescente tímida ao lado do seu noivo. Em seguida, os papéis de casamento são apresentados por Imam. Nas imagens, é possível ver a mãe da menina menor de idade ao lado do futuro casal.

Veja ovídeo logo abaixo

De acordo com informações divulgadas pela polícia, o homem pagou cerca de R$ 5 mil para a mãe da adolescente. Também é possível ouvir e ver o momento em que Imam pergunta à noiva se ela o aceita. Segundo relatos, a jovem o tinha conhecido há poucos dias.

Prática constante na Austrália

Os Serviços de Família e Comunidades recebeu 60 relatos de cerimônias ilegais envolvendo 57 crianças entre 30 de dezembro de 2014 e 31 de janeiro de 2017.

Publicidade

Um total de 23 crianças casadas em cerimônias ilegais tinham menos de 16 anos, incluindo quatro menores de dez anos. "É profundamente preocupante pensar que as meninas na pré-puberdade estão sendo consideradas para o casamento e para as pessoas a organizar esse casamento", disse o ministro Pru Goward da (FACS).

De acordo com Laura Vidal, o grupo anti-escravidão The Freedom Partnership relatou que as crianças forçadas ao casamento enfrentam sérios problemas. "Os impactos a longo prazo das pessoas sendo forçadas ao casamento podem ser bastante graves, incluindo gravidez forçada ou não desejada e afastamento da educação", disse.

O Conselho de Imames em Victoria emitiu uma declaração contra o casamento infantil forçado.

"Casamentos de menores são ilegais na Austrália e, como muçulmanos australianos, somos obrigados a observar e respeitar as leis da Austrália", diz o comunicado.

Segundo o portal Independent, o esposo da adolescente está preso e o julgamento de ambos os envolvidos foi adiado para o mês de setembro. #Crime #Investigação Criminal #Casos de polícia