Infelizmente, o tempo passa, mas alguns crimes extremamente bárbaros, não. Um adolescente de apenas 16 anos acabou sendo preso na Índia, acusado de matar o seu amigo, um menino de 9 anos. A prisão aconteceu na cidade de Dugri, como mostram as autoridades. Ao que se sabe, a vítima, de nome Deepu Kumar, acabou sendo morta, cortada em pedaços e ingerida pelo seu assassino em um sinistro jantar na modalidade do canibalismo. A polícia local informa que o menino foi cortado em seis pedaços diferentes, que seriam comidos aos poucos. "Comi a carne e bebi o sangue dele", disse o suspeito, que não teve o nome identificado, quando acabou sendo abordado pelos agentes da lei.

Publicidade
Publicidade

De acordo com informações policiais, a vítima tinha sumido do mapa na quinta-feira, 21. Por isso, a família aflita pedia ajuda na tentativa de encontrá-la. O corpo do garoto foi encontrado sem vida, apenas um dia depois dele desaparecer. O menino estava sem a cabeça e jogado em um terreno abandonado na região Os dois garotos moravam na mesma região e são filhos de camponeses que foram tentar a sorte naquela cidade. Aparentemente, não existia um motivo definitivamente forte para que o #Crime acontecesse. O adolescente apenas decidiu matar o amigo e, em seguida, como se nada tivesse acontecido, acabou voltando para sua residência, ao encontro do carinho de sua família.

O menino ainda ajudou nas tarefas domésticas, fazendo comida para o pai e a mãe, já que esses não estavam naquele momento ali.

Publicidade

Eles tinham viajado a uma cidade vizinha, Chandigarh, onde visitavam o irmão mais velho do garoto. Os agentes da lei foram espertos para conseguirem chegar até ao menino. Eles usaram imagens de um circuito interno de câmeras de segurança para registrar a ação. O adolescente ainda foi encaminhado para uma delegacia, onde deu detalhes do crime macabro que ele cometeu. O menino disse que viu o amigo na rua e decidiu matá-lo, cortando-o em pedaços e se alimentando dele.

Não era a primeira vez que o adolescente tinha desejos estranhos. "Este é um caso de canibalismo como o menino anseia pela carne humana. Ele nos disse que ele muitas vezes quer comer frango cru", disse um porta-voz da polícia indiana, identificado como Bhupingder Singh. O canibalismo do assassino era tão grande que ele teria já relatado ter vontade de comer os próprios braços e pernas. O menino morto teria ido à casa do assassino pedir linha para soltar pipa.