Donald Trump é sinônimo de polêmica. Por onde passa, confusão, gafe e todo tipo de situação inusitada são registradas. Agora, o mais recente cenário envolvendo o presidente dos Estados Unidos aconteceu na Casa Branca (White House), em Washington DC, no último domingo (28).

Na ocasião, câmeras de jornais estadunidenses, apontadas 24 horas para o local, filmaram estranhas luzes vermelhas piscando a partir de duas janelas no segundo andar da residência presidencial, por volta das 20h30.

O assunto, que até o momento gera diversas teorias sobre a procedência do evento, foi destaque em diversos jornais e em perfis do Twitter de famosos jornalistas norte-americanos, como o de Tom Johnson, da FOX News – veja abaixo.

Publicidade
Publicidade

Conforme o New York Post, apesar das várias especulações, com internautas sugerindo a possibilidade de Trump ter levado de recordação a insólita esfera brilhante da Arábia Saudita, funcionários da Casa Branca e o Serviço Secreto ainda não explicaram a origem das luzes vermelhas - comuns em meretrícios.

Outras teorias variam de uma improvável ‘festa do arromba’ a um hipotético código secreto para os russos. Contudo, a hipótese aceita, por enquanto, não envolve festas ou teorias conspiratórias.

As luzes, segundo alguns internautas, seriam apenas reflexos do giroflex de algum veículo de emergência na localidade. No mesmo dia, a jornalista Robbin Simmons, da emissora WSVN, escreveu: “Luzes vermelhas piscando na casa branca.

Publicidade

O que está acontecendo? Estamos verificando isso”, disse.

Coincidência ou não, este domingo foi o primeiro em que Trump passou na Casa Branca, após visitar vários países num período de nove dias. Lá, ele esteve reunido com conselheiros para saber sobre os últimos acontecimentos relativos a investigação do FBI sobre o envolvimento da Rússia com a eleição presidencial deste ano, que chegou até o genro dele, Jared Kushner.

Embora não haja novas informações a respeito do assunto, as luzes vermelhas foram observadas durante 20 minutos, conforme o New York Post.

Outra gafe de Trump

Na segunda-feira (29), o presidente protagonizou outra cena hilária. Enquanto o hino dos Estados Unidos tocava no Memorial Day - feriado nacional celebrado todos os anos na última segunda-feira de maio, para homenagear militares mortos em combate -, Trump foi visto sorrindo e cantando.

A situação, lógico, constrangeu os militares, que fizeram questão de manter o semblante sério, como forma de respeito aos combatentes caídos.

Veja o vídeo abaixo – impossível não rir.

#Curiosidades #Viral #EUA