Um vídeo mostra o momento em que uma menina de 14 anos é forçada a se casar com um homem 20 anos mais velho do que ela. A cerimônia aconteceu na parte de trás de uma mesquita de Melbourne, na Austrália. O clérigo #muçulmano que realizou a cerimônia foi chamado a tribunal e foi aí que o vídeo, que estava em seu celular, foi exposto e mais tarde obtido e compartilhado pelo noticiário 7 News.

O homem está sendo acusado de ter forçado uma #criança a um #Casamento ilegal com um homem mais velho, que teria pagado por ela a seus pais. O caso é revoltante, mas está longe de ser uma raridade. Infelizmente, são muitas as crianças que são forçadas a se casarem com homens mais velhos.

Publicidade
Publicidade

De acordo com o jornal 7 News, os serviços de família e comunidades australianos receberam 60 relatos de casamentos ilegais somente nos últimos dois anos, um fenômeno que vem crescendo. Entre essas denúncias, 23 meninas tinham idades menores que 16 anos e quatro tinham menos que 10 anos.

Os números são chocantes e mostram uma realidade dramática, que a Justiça dos países vai tentando colocar um freio. Foi o que aconteceu nesse caso na Austrália, em que um vídeo mostrou como uma menina foi forçada a se casar e que terminou com um processo no tribunal.

Supostamente, o noivo teria pagado para a família da menina, comprando dessa forma o casamento com uma criança de 14 anos. A mãe da menina também aparece nas imagens da cerimônia, ficando provada a sua presença.

De acordo com o jornal britânico Daily Mail, o homem muçulmano teria oferecido um colar em ouro, no valor equivalente a quase R$ 5 mil para a família da menina como suposto pagamento.

Publicidade

No vídeo que foi apresentado no tribunal, se vê o momento em que o imame Ibrahim Omerdic, de 62 anos, celebra a cerimônia islâmica tradicional.

A menina se senta timidamente perante seu noivo e não pronuncia qualquer palavra, enquanto ela e o noivo assinam os papeis apresentados pelo imam, o clérigo muçulmano que celebrou o casamento.

Omerdic é ouvido perguntando para a menina se ela aceita se casar com o noivo, o que ela responde afirmativamente. O imam avisa que, a partir desse momento, ela fica obrigada a "obedecer" a tudo o que o marido mandar e que terão que viver juntos e "de acordo com o Islã".

A criança teria conhecido o noivo apenas uns dias antes da celebração do casamento e é visível seu desconforto, perante uma união forçada. O imame muçulmano que realizou a cerimônia está sendo acusado em tribunal por forçar o casamento, mas se desconhece se existem mais acusados nesse processo.

Laura Vidal, que faz parte de um grupo antiescravidão disse: "Os impactos a longo prazo das crianças forçadas ao casamento podem ser bastante graves, incluindo gravidez forçada ou não desejada ou afastamento da educação".

Assista ao vídeo da cerimônia: