Um misterioso sinal de socorro SOS, avistado por um piloto de helicóptero durante voo sobre uma isolada e inacessível área situada no estado da Austrália Ocidental, intriga autoridades e moradores do país, que conjecturam a possibilidade de um indivíduo ou grupo de pessoas, estar perdido no inóspito território selvagem.

De acordo com informações da emissora ABC (Austrália), de quinta-feira (25), o suposto pedido de ajuda foi percebido quando o piloto sobrevoava uma área afastada cerca de 120 km da comunidade aborígene Kalumburu – confira a manchete.

Embora a exposição do caso tenha acontecido somente nesta semana, o episódio foi observado na última sexta-feira (19), quando os oficiais da delegacia de polícia de Kalumburu, ao serem notificados pela testemunha, solicitaram ajuda de experientes pilotos de helicópteros para levá-los até o território, cujo acesso por solo é limitado.

Publicidade
Publicidade

Em depoimento à emissora, o sargento Peter Reeves revelou que não havia pessoas no local. Porém, o enigma aumentou ainda mais depois deles constatarem evidências de um acampamento.

Agora, os policiais tentam descobrir se há feridos na área, ou se os desconhecidos autores (ou autor) do SOS conseguiram escapar do lugar.

Reeves ainda frisou que ele e sua equipe exploraram o ambiente terrestre e aéreo da região. "Há indícios de que pode ter havido alguém acampado lá em um ponto no tempo, mas não está claro quanto tempo foi isso", declarou.

Curiosos sobre a identidade do criador (ou criadores) do sinal SOS, autoridades solicitaram ajuda de populares para encontrar o(s) sujeito(s) responsável(eis) pela famosa marca, cuja representação global significa pedido de ajuda.

"Estamos pedindo [para os moradores] se eles têm algum conhecimento para a pessoa que pode ter estado em perigo e pode ter feito esse sinal, se eles podem entrar em contato conosco”, acentuou o sargento.

Publicidade

Devido a intrincada localização, cercada de mata e solo irregular, policiais receberam assistência de uma empresa de fretamento de helicópteros, para analisar o SOS de perto.

Em comunicado à ABC, a companhia Helispirit revelou que dois pilotos da empresa ajudaram os oficiais a investigarem a localidade. Ainda disse que uma exploração completa foi conduzida no lugar, “mas nenhuma pessoa foi encontrada na área”.

Apesar de não haver informações sobre os aborígenes serem consultados a respeito do assunto, é provável que eles saibam detalhes do caso, afinal, o SOS está em território explorado por essa lendária tribo australiana.

Até o momento, a polícia continua a averiguar o caso.

#mistério #Mídia #Curiosidades