Em Portugal, um homem de 33 anos está sendo acusado de #Pedofilia por ter estuprado o próprio filho de 10 anos depois de um passeio com a criança. A mãe do garoto sabia do #Crime, mas não denunciou o marido por ter medo da reação do homem, que tem antecedentes criminais. A alegada agressão sexual aconteceu em Cabeceiras de Basto, cidade onde a família vive.

Tudo aconteceu durante uma tarde de convívio entre pai e filho. O suposto pedófilo levou o menino até um monte perto de casa. Depois do passeio, quando ambos regressaram para casa, a criança procurou a mãe e contou que o pai o tinha estuprado durante o passeio.

Depois de ouvir o relato do filho, a mãe da criança acabou por não denunciar o marido.

Publicidade
Publicidade

Segundo o que é revelado no jornal português “Correio da Manhã”, a mulher teria optado por não fazer a denúncia por ter medo da reação do marido, que é um homem com cadastro criminal e com um historial de violência, mas também por vergonha.

No entanto, a mulher ficou impressionada com o testemunho do menino e acabou por desabafar com uma parente, a quem contou toda a história de horror que o filho havia vivido. A familiar, que não foi identificada, não hesitou e dirigiu-se à Guarda Nacional Republicana de Cabeceiras de Basto, onde fez a queixa contra o pai da criança de 10 anos.

A GNR acabou por passar o caso para a Polícia Judiciária, que, algumas horas depois, prendeu o homem quando estava passeando de novo com o menino. O suspeito já foi ouvido em um primeiro interrogatório judicial e lhe foi decretada a prisão preventiva.

Publicidade

Ele deverá ficar preso até uma ordem contrária do Tribunal.

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens em Risco já garantiu que aquela família não estava sinalizada como sendo de risco. A criança foi analisada por psicólogos da CPCJ e apresentou ser fraca tanto a nível físico como psicológico. O menino foi também ouvido em depoimento e passará por exames médico legais para averiguar o #Estupro.

Homem com cadastro

O pai da criança, que está preso preventivamente, encontra-se desempregado. Segundo informa o “Correio da Manhã”, ele tem cadastro criminal por ter sido acusado de caça ilegal em um país estrangeiro. O homem vai aguardar o julgamento na prisão e será indiciado por estupro.

O que você acha sobre mais esse caso chocante? Que pena de prisão acha que deve ter um homem que estupra um filho? Escreva a sua opinião nos comentários!