Um fato inusitado aconteceu em um presídio de segurança máxima, em Honduras, quando um homem tentou fugir do local disfarçado de mulher. Mas algo não saiu do jeito que ele planejou e acabou sendo preso novamente e deve ter uma punição severa pela sua tentativa de fuga fracassada.

Um homem de 55 anos e um líder de quadrilha, identificado como Francisco Herrera Argueta, foi detido por agentes de segurança depois que tentou fugir da prisão disfarçado de mulher. O preso foi flagrado andando de um jeito meio estranho, sendo traído pelos sapatos de salto alto, o que despertou a atenção dos agentes penitenciários.

Conforme relatos, o suspeito tentou fugir no domingo (7), mas o caso somente foi divulgado para os meios de comunicação nesta quarta-feira (10).

Publicidade
Publicidade

De acordo com a imprensa hondurenha, o condenado se vestia de mulher enquanto tentava fugir de uma prisão de segurança máxima, em San Pedro Sula. Argueta havia planejado fingir que era uma visitante, se identificando como Jacinta Elvira Araújo, que tinha deixado seu cartão de identidade com guardas no domingo.

O acusado é líder de gangue conhecida como Don Chico e está preso desde setembro de 2015. Agora, pode ser transferido para a notória prisão de El Pozo, em Santa Bárbara, onde estão os condenados mais perigosos de Honduras.

Apesar de todos os seus melhores esforços para parecer uma mulher, com uso de blush e unhas pintadas de rosa, Argueta também se esqueceu de falar como uma mulher quando chegou a sua vez de pegar o cartão de identidade na saída da prisão para que pudesse sair da cadeia.

Publicidade

Segundo informações do porta-voz da polícia, Bayron Sauceda, os oficiais já haviam notado o caminhar engraçada da suposta mulher, enquanto o preso lutava para andar de salto alto. Conforme relatos da polícia, mesmo andando sem jeito, ele já havia passado por vários filtros de segurança até chegar ao portão principal da penitenciária.

Então, quando um guarda a prisão perguntou por seu número de cartão de identidade, Argueta falou com uma voz rouca e masculina. Ele foi finalmente desmascarado depois que o guarda pediu para que tirasse os óculos escuros para que pudesse verificar sua foto de identidade.

A maquiagem não conseguiu esconder o fato de que ela, na verdade, era um homem, segundo o porta-voz da polícia, Bayron Sauceda. Os funcionários da prisão disseram que agora ele será punido por sua tentativa de fuga e poderá ser transferido para a notória prisão El Pozo. #Justiça #Crime #Casos de polícia