Brigitte Macron era professora de teatro e letras quando conheceu Emmanuel Macron, hoje, o presidente eleito da França. Ela com 39 anos, casada e com filhos. Ele, um adolescente de 15 anos, estudante do ensino médio. A improvável história de amor do #Casal começou nos anos 90 numa escola da cidade de Amiens, nordeste da #França. O novo presidente francês está com 39 anos e sua esposa, Brigitte Macron, 63. Para quem não acreditava os dois continuam tão apaixonados quanto antes.

Paixão colegial

A paixão explodiu durante as aulas do curso de teatro do colegial onde a professora era justamente Brigitte, as conversas eram constantes eles: "Nós conversávamos sobre tudo.

Publicidade
Publicidade

Éramos inseparáveis!", conta Macron. Eles logo descobriram que estavam apaixonados, mas sabiam que esse amor não tinha futuro, pois ela era casada e mãe de três crianças, além de ser muito mais velha, 24 anos de diferença.

Isso tudo Macron relatou em seu livro "Revolution", contando a história impossível de seu amor por Brigitte Aiziére. O tempo passou e o garoto foi embora para a capital francesa estudar numa famosa faculdade, mas antes de partir resolveu declarar toda sua paixão pela professora de arte e prometeu que voltaria para que pudessem casar. Dez anos não foram suficientes para apagar aquele amor, os dois estavam sempre em contato. Nesse meio tempo, Brigitte separou-se do marido e quando Emmanuel voltou os dois finalmente puderam ficar juntos e tornar a relação pública, em 2007.

Publicidade

Isso tudo só aconteceu depois de Macron pedir autorização aos três filhos dela: Sebastien, Laurence e a caçula, Tiphaine. "Foi um ato poderoso. Ele queria saber se aceitaríamos", declarou a jovem caçula. Depois de casados, ela abandonou a carreira de professora para se dedicar à carreira do marido. Segundo Macron, a esposa não tinha um cargo nem recebia remuneração, mas participava das reuniões, organizava eventos profissionais, além de cuidar de sua agenda. Durante a campanha eleitoral, os dois discutiam sobre todas as estratégias a serem usadas. Brigitte declarou que tinha de protegê-lo de todos, e assim o fez.

No último domingo (7), Emmanuel Macron foi eleito em segundo turno, presidente da França, tornando sua esposa, Brigitte Macron, primeira-dama do país. Sobre o trabalho dela, o presidente eleito diz que terá um papel público e estará sempre ao seu lado, ativa e atuante como sempre foi. Se bem que a nova primeira-dama da França não lembra em nada o modelo "bela, recatada e do lar". #Casamento