A internet parece que virou uma terra sem lei, mas não é bem assim. Na mesma velocidade que algumas pessoas fazem o mau uso das redes, outras tentam corrigir esses problemas. Nesta terça-feira (30), uma notícia acabou revoltando o mundo. Um rapaz gravou um vídeo fazendo sexo com outra mulher. A moça, que é obesa, aparentemente não sabia que as imagens estavam sendo gravadas. Após a atividade íntima com a moça, o rapaz sem noção publicou o conteúdo em um grupo voltado apenas para homens. O caso aconteceu na Austrália, e mesmo ele tendo publicado o conteúdo em um grupo fechado, não demorou muito e as imagens acabaram viralizando na imprensa mundial.

Publicidade
Publicidade

Isso porque o homem humilha a mulher que foi com ele para cama por conta do seu excesso de peso.

Homem publica vídeo fazendo sexo no Facebook e humilha parceira acima do peso

"Qual a maior baleia que vocês já abateram? Passei por uma fase ruim e parei nessa fera de 130 quilos", escreveu junto com o vídeo compartilhado no grupo. A informação foi repercutida aqui no Brasil pelo jornal carioca Extra. O caso veio à tona depois que um dos usuário das redes sociais, identificado como Hayden Brien, ao ver as imagens, indignou-se. Ele decidiu então compartilhar o conteúdo com o objetivo de criticar o homem. Antes de divulgar a mensagem, Hayden colocou uma tarja no corpo da mulher e fez a denúncia sobre a situação degradante pela qual aquela mulher passava. Além do homem que postou o conteúdo, outros membros do grupo para homens faziam comentários em tom de humilhação contra a mulher obesa.

Publicidade

Incrivelmente, ainda teve gente que condenou o rapaz por expôr o caso e defendendo o o primeiro homem, que divulgou o conteúdo absurdo na rede social.

Ação viraliza na internet e abre discussão sobre limites do mundo online

Na mensagem publicada por Hayden Brien, ele fala sobre o fato de que um dos meninos do grupo específico da Austrália tinha divulgado o conteúdo através das redes sociais e alerta para os números, revelando que mais de 230 pessoas havia curtido a atitude criminosa. Outras mais de 100 comentaram. No entanto, nenhum dos homens estava fazendo uma defesa a garota, que apenas procurava ter um momento de prazer, mas que, sem saber, teve o seu corpo exposto para o mundo.

"Grupos de homens podem ser uma grande ajuda para várias pessoas que estão passando por situações difíceis, mas isso não é desculpa", disse o australiano, mostrando o quanto estava irritado por conta da atitude. Não há informações se o homem que divulgou o conteúdo sexual foi identificado. #Crime