Philipp Budeikin, responsável e criador do “Desafio da #Baleia Azul”, decidiu finalmente revelar toda a verdade sobre esse jogo fatal que já fez dezenas de vítimas, um pouco por todo o mundo. Tal como informa o site do jornal “Correio da Manhã”, o grande plano do jovem russo, que está atualmente preso em São Petersburgo por ter provocado a morte a 16 jovens russas, tinha como objetivo conseguir “limpar a sociedade”, se referindo aos participantes desse seu jogo como “lixos biológicos”.

De fato, foi há pouco mais de um ano que um jogo fatal que promove o suicídio ganhou uma enorme popularidade na Rússia, tendo rapidamente se alastrado para outros países, como foi o caso do Brasil e Portugal, muito recentemente.

Publicidade
Publicidade

Estando detido desde o passado mês de agosto, Philipp Budeikin parece até estar vivendo dias positivos na prisão, visto que, de forma completamente surpreendente, ele costuma receber cartas apaixonadas de muitas fãs, agradecendo o jogo que ele conseguiu criar.

“Elas morriam felizes. Eu estava a dar-lhes o que não tinham na sua vida real. Há pessoas e há lixo biológico. Os últimos não representam qualquer valor para a sociedade. Tive a ideia há cinco anos”, confessou muito recentemente o jovem russo às autoridades, como garante o site do jornal “Correio da Manhã”. O criador do “Desafio da Baleia Azul” garante que o segredo do sucesso, pelo menos inicialmente, era não permitir que os seus participantes pudessem dormir, fazendo dessa forma com que eles se tornassem muito mais influenciáveis.

Publicidade

Algo que parece estar irritando um pouco o jovem são uns alegados imitadores do seu jogo fatal.

Nas #Redes Sociais, muitos pais e até jovens demonstraram alguma preocupação com o plano de um jovem de 21 anos de matar pessoas, considerando que elas não merecem viver por ser um “lixo” para a nossa sociedade. A verdade é que, apesar de ser uma ideia aparentemente louca e que apenas pessoas muito doentes se sentiriam tentadas a entrar, esse jogo fatal está fazendo soar todos os alarmes, um pouco por todo o mundo.

De tal forma que, por diversas vezes nas últimas semanas, as autoridades brasileiras fizeram um enorme esforço para que os pais tivessem informação sobre essa grande ameaça que se tornou o “Desafio da Baleia Azul” para os nossos jovens, pedindo que eles tivessem muita atenção com o que seus filhos ou familiares estavam fazendo nas redes sociais ou então fechados nos seus quartos. #Investigação Criminal