Ao menos 12 pessoas morreram em um #Incêndio de grandes proporções na madrugada desta quarta-feira (14), em um prédio residencial em #londres e o número ainda pode aumentar, segundo a polícia.

O fogo atingiu o edifício de 24 andares na região oeste da capital britânica e os bombeiros resgaram mais de 65 pessoas. Alguns moradores ficaram presos no local em chamas. "Posso confirmar doze mortes no momento, mas o balanço deve aumentar durante o que será uma complexa operação de busca de vários dias", afirmou em um comunicado Stuart Cundy, comandante da Polícia Metropolitana.

O serviço de ambulância disse que 64 pacientes foram levados para cinco hospitais em Londres, e 18 se encontram em estado crítico.

Publicidade
Publicidade

Segundo os bombeiros, outros dez se dirigiram por conta própria.

Testemunhas afirmaram ter vistos pessoas caindo ou saltando da torre residencial de 120 apartamentos e ao menos um morador agitava um lençol branco em um dos andares do edifício. Algumas luzes estariam piscadas nos últimos andares, como um pedido claro de ajuda.

Entende-se que "várias centenas" de pessoas estariam no prédio quando o incêndio estourou, pouco depois da meia-noite (horário de Londres).

Um número de emergência 0800 0961 233 está disponível para qualquer pessoa preocupada com amigos ou familiares.

Paul Munakr, vítima que morava no sétimo andar da torre, conseguiu escapar. "Enquanto eu estava descendo as escadas, havia bombeiros verdadeiramente incríveis tentando tirar as pessoas do edifício", disse à Rádio BBC 4.

Publicidade

Ele pontuou que foi alertado do fogo pelo alarme de incêndio, mas por pessoas da rua, que gritavam "não pula".

O que sabemos até agora?

- O incêndio foi relatado no bloco de 24 andares, Grenfell Tower, no norte de Kensington, 00:54 BST;

- Acredita-se que o fogo começou no quarto andar e se espalhou incrivelmente rápido até o topo;

- Quarenta motores de combate a incêndios e cerca de 200 bombeiros estavam em cena para enfrentar o incêndio.

O bebê apanhado

Um bebê foi salvo depois de ter sido atirado pela mãe de uma das janelas da torre Grenfell, segundo contou uma testemunha à BBC. Samira Lamrani disse que o bebê foi atirado do 9.º ou 10.º andar.

"As pessoas estavam na janelas, batendo freneticamente e gritando. Uma mulher estava a fazer gestos dizendo que ia atirar o bebê da janela e perguntando se alguém podia apanhar a criança. Um homem correu para a janela e conseguiu agarrar o bebê", disse.

Samira Lamrani acrescentou que, de onde se encontrava, conseguia ver "pessoas em todos os ângulos gritando e pedindo por ajuda".

Publicidade

Por que disseram para as pessoas permanecerem no prédio?

Os avisos de ação de incêndio na torre informaram que, a menos que o fogo estivesse ou afetasse seu apartamento, eles deveriam permanecer em suas casas.

As orientações emitidas aos inquilinos em um boletim informativo disseram: "Nossa política de longa permanência permanece em vigor a menos que você seja informado de outra forma. Isso significa que (a menos que haja um incêndio em seu apartamento ou no corredor fora do seu apartamento) você deve ficar dentro seu apartamento."

Esse é um conselho padrão para as pessoas que vivem em blocos de apartamentos como o da torre.

A testemunha ocular Jody Martin disse: "Eu assisti a uma pessoa caindo, assisti a outra mulher segurando o bebê pela janela e ouvi muitos gritos."

Veja o vídeo:

#Morte