Algumas pessoas têm medo, outras não acreditam, mas, com certeza, a indústria cinematográfica adora a temática envolvendo fantasmas. Apesar do assunto ser discutível, habitantes de uma isolada comunidade rural da província de Amnat Charoen (Indonésia), acreditam piamente na existência dessas entidades.

Para os moradores do vilarejo situado no subdistrito de Pathum Ratchawongsa, assombrações são capazes de influenciar o mundo dos vivos, ocasionando doenças e desgraças. Segundo o jornal tailandês Khao Sod, a comunidade está apavorada com um demônio feminino.

Conforme a lenda local, o fantasma conhecido pelo termo ‘phi pob’, aterroriza os moradores há meses.

Publicidade
Publicidade

Sem saber como evitar os episódios sobrenaturais, residentes chamaram a polícia para protegê-los das ações praticadas pelo espírito feminino – veja a manchete.

O chefe tribal, Adul Chaiprasithikul, e um policial da comunidade, enviaram uma carta às autoridades. Nela, eles requisitaram a presença de agentes no local para ajudar a combater a assombração.

“Os moradores estão assustados. A carta solicita à polícia que faça patrulhas regulares. Eles querem alguma garantia. As pessoas que acreditam no boato estão genuinamente assustadas.” - revelou Adul ao jornalista Teerani Charuvastra.

Nativos ainda culparam o hipotético ‘phi pob’ pelas mazelas ocorridas na comunidade.

Publicidade

Para eles, o espírito feminino foi responsável pela morte de quatro vacas e pelo adoecimento de policiais, que realizavam patrulhas próximas ao vilarejo. “Os residentes locais atribuíram essas calamidades a um phi pob”, declarou Adul Chaiprasithikul.

Realidade constante

Em declaração ao periódico tailandês, nesta quinta-feira (28), o líder tribal ressaltou o fato do ‘phi pob’ ser considerado uma ameaça verídica para a maioria dos moradores.“Há mais pessoas que acreditam nisso do que aquelas que não”, disse.

Ele também salientou ter explicado na carta enviada às autoridades, que a presença delas era necessária para evitar um possível caos generalizado.

“Para fortalecer o moral dos civis, prevenir o pânico e aumentar sua confiança na vida diária, solicito à Polícia de Pathum Ratchawongsa que organize patrulhas no subdistrito para monitorar a segurança dos civis”, escreveu Adul.

Além dos agentes da lei, uma cerimônia budista foi realizada na isolada tribo, há duas semana, no intuito de acabar com as atividades do famigerado ‘phi bob’.

No entanto, parece que o ritual não surtiu efeito, pois os oficiais começaram a vigiar o lugar nesta quarta-feira (27).

Contudo, apesar da polícia reforçar a segurança, resta uma última pergunta: como ela fará para algemar um fantasma? #Bizarro #Curiosidades #Viral