Erin McAuliffe foi imediatamente detida depois das autoridades americanas, na região da Carolina do Norte, terem descoberto que a jovem #Professora tinha feito sexo com pelo menos três alunos menores, dois com 16 anos e o outro com 17. Tal como informa o site “Folha Max”, a denúncia foi feita depois de funcionários e alunos da escola onde Erin dava aulas de matemática terem flagrado a professora em encontros no seu carro com vários alunos. Depois de muitos desses alunos terem sido interrogados, as autoridades chegaram à conclusão de que, apesar do sexo ter sido consentido, a professora cometeu vários crimes quando teve relações sexuais com menores, ainda por cima sendo seus alunos.

Publicidade
Publicidade

Por incrível que possa parecer, cada vez mais aumenta o número de casos de professores tendo relações intimas e até sexuais com seus alunos. Apesar do risco de perderem seu emprego e de até irem presos por muitos anos, a verdade é que esses adultos, sendo que alguns até são casados, sentem prazer por estarem com seus alunos menores.

Foi precisamente isso que aconteceu no caso de Erin McAuliffe que, sempre que saía com seus alunos, escolhia sua casa ou então até motéis para poder ter relações sexuais com eles, como garante o site “Folha Max”. Com uma excelente condição física, provavelmente Erin conseguia atrair os jovens que pretendia graças à sua beleza e juventude, visto que ela tem somente vinte e cinco anos de idade.

Segundo as leis praticadas no estado da Carolina do Norte para esses casos, a jovem professora de matemática pode ser presa com uma pena máxima de dez anos de prisão, sendo agora necessário aguardar pelo julgamento para tentar perceber como ela vai conseguir se defender das acusações graves.

Publicidade

A jovem já pagou uma fiança no valor de 63 mil dólares para poder aguardar esse julgamento em liberdade.

Nas redes sociais, muitas mensagens, sobretudo de pais, mostram uma enorme preocupação pelo aumento considerável desses casos de relações íntimas secretas com professores e alunos. Nas mensagens, muitos temem que essas experiências sexuais ilegais possam acabar sendo muito prejudicais para o seu futuro e até para os próximos relacionamento que essas vítimas vão ter. Muitos defendem que é necessário que os funcionários das escolas, mas também os alunos, denunciem esses casos sempre que acharem que algo de errado está acontecendo, visto que, na maioria das vezes, as vítimas não têm a coragem necessária para denunciar o que está acontecendo. #Assédio #Investigação Criminal