A modinha dos spinners pode representar um perigo iminente à saúde das crianças. Tal como informa o portal BBC Mundo, as autoridades alemãs decidiram apreender mais de 35 toneladas de spinners importados da China. O argumento é de que o brinquedo pode ser perigoso e significar uma ameaça, principalmente para as crianças pequenas.

"As luzes LED podem se desprender facilmente, por exemplo, e as crianças podem engoli-las", disse Christine Strass, porta-voz do aeroporto de Frankfurt.

Spinner: febre mundial

A moda virou febre mundial de um momento para outro. As crianças, bastante influenciadas pelos canais da rede YouTube, conseguiram convencer seus pais de que o brinquedo era popular e inofensivo.

Publicidade
Publicidade

A verdade é que, segundo o serviço aduaneiro alemão, o #spinner nasceu com o propósito de ajudar crianças com autismo e transtorno por deficit de atenção.

No Brasil, ainda não existe nenhuma lei ou ordem para apreender o brinquedo, que tem sido confiscado na Europa. "Não sabemos o que vai acontecer com os spinners. Uma possibilidade é que eles acabem sendo destruídos. Ou poderão ser exportados ou ainda submetidos a novas regras, mas isso levará um tempo e dependerá de organismos reguladores", pontuou Strass.

Como os pais irão reagir?

Muitos educadores ainda consideram que o spinner distrai as crianças e causa transtornos. Com essas novas informações, até então desconhecidas, é natural que os pais queiram tomar medidas de precaução para não colocar a saúde da criança em risco. Resta agora saber se o spinner, após avaliação, será proibido.

Publicidade

Nas #Redes Sociais, internautas ficaram surpreendidos com a revelação por parte das autoridades alemãs, garantindo que é preciso informar as crianças mais novas de que, caso essas luzes LED saem do brinquedo, elas estão completamente proibidas de colocar as luzes nas bocas.

Seu filho também tem um brinquedo desses? Tinha conhecimento desse perigo, que foi agora alertado? Deixe sua opinião na caixinha de comentários abaixo. #Alemanha