Publicidade
Publicidade

Rebecca Burger [VIDEO] era uma blogueira francesa famosa, muito conhecida nas redes sociais, com milhares de seguidores. Infelizmente, ela faleceu nesta quarta-feira (21).

A morte de Rebecca Burger [VIDEO] foi anunciada no Facebook no que a família chamou de "acidente doméstico". A tragédia aconteceu quando um frasco de creme defeituoso explodiu próximo ao peito dela, provocando a morte quase imediata.

Uma advertência contra os dispensadores defeituosos também foi postada em sua conta #Instagram, dizendo que "explodiu e atingiu o tórax de Rebecca, causando sua morte".

Abaixo a postagem com a foto do dispensador que provocou a morte da blogueira:

A mídia francesa informou que morreu de parada cardíaca após o incidente, apesar do rápido atendimento médico.

Publicidade

A figura popular de musa #Fitness e viajante era bem conhecida na França, com cerca de 55 mil fãs no Facebook e 154 mil seguidores no Instagram.

Um dos membros da família de Rebecca Burger também postou no Instagram alertando os leitores para que não usassem o frasco de pressão, dizendo que dezenas de milhares de "dispositivos defeituosos" permanecem ainda em circulação.

O frasco de creme funciona injetando gás em um recipiente de metal, mantendo toda a embalagem sob alta pressão. Um grupo francês de consumidores advertiu os leitores há anos sobre conectores defeituosos nas cápsulas de gás, fazendo com que eles quebrem e disparem em alta velocidade.

As lesões causadas variaram desde dentes quebrados e zumbido até múltiplas fraturas e, em um caso, a perda de um olho, segundo relatos da revista 60 Millions.

Publicidade

Mas a revista diz que os novos distribuidores feitos desde 2015 parecem estar seguros. Em 2013, uma vítima de um dispensador de creme explosivo disse ao rádio RTL: ”Eu tive seis costelas quebradas e meu esterno [osso na parte vertebral do tórax] estava quebrado. No hospital, foi-me dito que se o choque e a explosão estivessem de frente para o coração, eu estaria morto agora”.

O número de acidentes levou o governo a alertar os consumidores dizendo que os acidentes se estendem até 2010, e podem ocorrer a qualquer momento - mesmo depois de anos de uso. Pelo menos um fabricante que emite um recall de produto, mas um ano depois desse recall, apenas 25 mil foram devolvidos de 160 mil cópias vendidas, informou Le Parisien.

Uma das últimas fotos postadas por Rebecca no Facebook:

E você, o que achou desta notícia? Comente, sua opinião é importante para nós. #RebeccaBurguer