Cenas de caçadas na natureza são muito comuns, principalmente nos documentários e canais especializados sobre o assunto, e, atualmente, é possível encontrar vídeos impressionantes sobre grandes predadores caçando em seu habitat natural, e as cenas, muitas vezes fortes e cruéis, são compreendidas pelos telespectadores, já que se trata de uma ação natural e que segue as regras da vida selvagem.

Entretanto, uma cena covarde foi registrada em um zoológico na China e rapidamente repercutiu na mídia internacional e principalmente na internet, já que, no vídeo, é possível ver um burro sendo arremessado na área reservada dos tigres, que rapidamente o atacam.

Publicidade
Publicidade

Porém, por se tratarem de #Animais de cativeiro, seu instinto selvagem não é o mesmo de quando estão na natureza, e eles levam mais de meia hora para conseguir abater o quadrúpede.

Justamente a dificuldade dos animais e a forma impiedosa como foi jogado para ser abatido é que chocou os usuários da grande rede, já que o animal não teve nenhuma chance de escapar e que a ação parece ter sido premeditada, já que o burro está em um caminhão e é lançado para o lago artificial que separa os tigres do público.

Zoológico se defende das acusações

A administração do zoológico, diante da repercussão do fato, veio a público explicar que não teve nenhuma participação no episódio, e que a responsabilidade é de um dos acionistas do zoo que, por divergências legais, tentou roubar alguns dos animais que fazem parte do acervo do local, entretanto, ao ser impedido pelos seguranças e por populares que visitavam o zoológico, ordenou que sua equipe jogasse o burro para os tigres, como forma de retaliação.

Publicidade

Testemunhas informaram que antes de arremessar o animal, uma cabra também quase teve o mesmo destino, porém, acabou escapando.

Depois de lutar por sua vida, o burro acabou sendo morto e devorado pelo grupo de tigres, e toda a ação foi filmada e postada nas redes sociais, gerando grande comoção e muita discussão entre os usuários da internet, que condenaram tanto a administração do zoológico chinês como o responsável pelo ato covarde e cruel, que nada tem a ver com a vida selvagem e com as regras da natureza, já que se tratou de um verdadeiro abate. O que revoltou muitos internautas foi o fato de que as pessoas presentes ficarem assistindo à cena, como se o ataque fosse algo natural e não provocado pelo ser humano. A discussão acalorada segue à medida que o vídeo é compartilhado ao redor do mundo, gerando muita confusão e controvérsia.

#2017