O pequeno Braiden Prescott, de sete anos, morreu após ser infectado por um câncer raro. Depois de uma brava luta contra um #neuroblastoma, o resultado da batalha deixou a família e amigos devastados. Após meses de sofrimento, o menino disse "tire uma foto" como um último suspiro, enquanto estava seguro e enrolado nos braços de seu pai.

A luta de Braiden contra o câncer

O menino estava internado em uma clínica e recebendo cuidados paliativos depois de meses de muitas dores. Os pais sabiam que ele já não tinha cura, mas fizeram de tudo para que Braiden conseguisse superar, da melhor forma possível, esse último período. O neuroblastoma de Braiden se alastrou e ele até já tinha tumores em seu maxilar, dificultando a mastigação, a fala e até a respiração.

Publicidade
Publicidade

Braiden foi diagnosticado com neuroblastoma com dois anos de idade. No entanto, Steph afirmou que seu "instinto da mãe" lhe dizia que ele estava doente desde os seis meses de idade, ou seja, 18 meses antes de ser diagnosticado. O menino estava sempre fraco, tinha temperatura corporal alta, apresentava palidez e se alimentava mal. A mãe sentia que isso só poderia estar indiciando algo ruim.

No entanto, o menino estava sendo visto por um especialista que o diagnosticou com artrite séptica. Braiden ainda fez uma cirurgia no quadril direito, o que não melhorou a sua condição. Só mais tarde é que um exame mostrou uma massa no estômago, que revelaria o pior. "Eles nos fizeram sentar e nos disseram que era um tipo raro de câncer ou leucemia. Infelizmente, eles descobriram que era neuroblastoma", disse Steph.

Publicidade

Depois, o menino fez onze tipos diferentes de quimioterapia e ainda viajou para a América para fazer uma terapia especial. No entanto, o garoto não resistiu e faleceu em setembro do ano passado. "Foi doloroso vê-lo passar por tudo isso", pontuou a mãe do menino.

Sintomas do neuroblastoma

Esse é um câncer raro que afeta as #crianças menores de cinco anos de idade. Geralmente, ele começa no abdômen e depois se espalha por outras partes do corpo, particularmente nos ossos, fígado e pele. Ele se espalha também pelo sangue e sistema linfático.

O sintoma mais comum é um nódulo que aparece na barriga, o que pode provocar inchaço e dor. Também ocorre de afetar a medula espinhal, causando entorpecimento, fraqueza e perda de movimento na parte inferior do corpo.

Último suspiro

O pequeno pediu para que tirassem uma foto enquanto se aninhava no colo de seu pai. É essa a última imagem registrada, instantes depois de dizer 'adeus'. Os pais sentiram o seu último suspiro e ele faleceu.

Agora, os pais devastados, Steph e Wayne, estão compartilhando essa imagem emocionante para tentar consciencializar sobre os primeiros sintomas desse câncer raro.

Publicidade

Eles não querem que outros pais passem pela mesma coisa.

"Eu sei que as fotos são difíceis. Espero que o impacto impressione as pessoas e as façam pensar no neuroblastoma e no que essas crianças e as famílias dessas crianças passam", contou a mãe.

#cancer