De ano em ano, sempre acaba surgindo uma nova 'modinha' entre as #crianças e elas não se cansam de brincar. Parece que a vida delas acaba girando em torno do mais novo e mais divertido #brinquedo, o "#Fidget Spinners".

A popularidade desse novo brinquedo só cresce entre as crianças

A principal ideia de quando o brinquedo foi criado era promover a paz e os pais terem um meio de tirar as crianças do meio virtual, fazendo elas interagirem pessoalmente umas com as outras, e gastar aquela energia acumulada que toda criança possui. A grande criadora desse brinquedo é Catherine Hettinger. Ela contou que depois de algum tempo, notou que o brinquedo poderia servir não só para crianças, mas também para pessoas mais velhas, pois poderia ajudar a controlar transtornos de ansiedade e até déficit de atenção.

Publicidade
Publicidade

Em um primeiro momento, o 'Fidget Spinner' foi rejeitado por uma grande fabricante de brinquedos nos Estados Unidos, porém uma outra empresa resolveu investir e ele acabou sendo um sucesso de vendas nos últimos meses, tornando-se um dos brinquedos mais populares nos EUA. Recentemente, o 'brinquedinho' chegou no Brasil, e já pode ser considerado uma 'febre'.

Perigos do Fidget Spinner

Ele acabou sendo o passatempo principal das crianças, porém muitos pais e professores têm falado que o brinquedo é muito perigoso e tem tirado a atenção das crianças nas aulas.

Um pai em especial diz que o brinquedo, além de incomodar, também é bastante perigoso. John Harris é testemunha do efeito colateral que esse pequeno 'brinquedo' pode causar. Seu filho estaria brincando normalmente, tentando fazer o brinquedo girar cada vez mais rápido com a ajuda de um compressor de ar, quando inesperadamente ele explodiu, atingindo o rosto de seu filho.

Publicidade

"Meu filho foi muito sortudo por não ter atingido seus olhos", disse ele em uma publicação na rede social. "Podia ter acontecido algo bem pior".

Imediatamente, Harris acompanhou seu filho até o hospital, onde o mesmo levou trinta pontos.

Muitos pais têm sido alertados nas redes sociais dos perigos que os brinquedos podem trazer (em especial se não forem utilizados de acordo com as instruções do fabricante). Deve-se sempre ficar atento a que tipo de brinquedo as crianças costumam brincar, e procurar sempre o selo do Inmetro, que garante mais segurança para o seu filho, além de prestar atenção em seus filhos o tempo todo.

Gostou do artigo? Não esqueça de deixar seu comentário logo abaixo para futuras discussões.