Vivemos na era da internet, quando tudo é filmado e rapidamente disseminado na web. Devido ao rápido e fácil acesso à informação, pessoas em diferentes regiões do mundo são capazes de conhecer o mesmo assunto em questão de segundos. Para isso, basta uma rápida procura no Google ou no YouTube sobre determinados acontecimentos.

Porém, o fato de qualquer indivíduo ser capaz de sair do anonimato com um simples vídeo postado na rede mundial de computadores gera cada vez mais resultados catastróficos, com jovens arriscando a própria vida em detrimento de alguns cliques e visualizações.

Agora, um fenômeno recente, em que adolescentes são filmados em situações de risco extremo, acaba de vitimar um morador de Kiev, capital da Ucrânia.

Publicidade
Publicidade

O vídeo, divulgado no YouTube, no domingo (4), mostra um homem despencando do topo de uma ponte, após tentar fazer acrobacias a vários metros de altura.

De acordo com informações do jornal britânico Daily Mail, a #Tragédia foi capturada por uma testemunha anônima, que estava no local no momento do incidente.

A filmagem, feita por meio de um smartphone e compartilhada em redes sociais, já soma mais de 139 mil visualizações em apenas dois dias de exibição – veja as manchetes.

Segundo o periódico, jovens em busca de fama estão escalando estruturas extremamente altas, somente com objetivo de chamar atenção na internet.

Publicidade

“O jovem é o mais recente em um fluxo de jovens para perder suas vidas enquanto tentam acrobacias imprudentes em busca de fama online”, comenta o jornalista Iain Burns.

Na gravação, de apenas 17 segundos de duração, que pode ser acessada somente por espectadores com idade acima dos 18 anos, a vítima (nome não identificado), pendurada pelos braços no topo da ponte, desaba e colide com diversas estruturas de aço até chegar ao chão, já sem vida.

Segundo o Daily Mail, moradores acreditam que o destemido ucraniano estava cansado quando chegou no destino final. Sem forças para descer ou realizar as acrobacias, ele desabou.

Embora o rapaz não tenha sobrevivido para desfrutar à fama momentânea, tanto sua proeza em chegar ao topo da ponte mais alta de Kiev, quanto sua tragédia, serão lembrados pelo menos por uma semana. Depois desse tempo, somente familiares e amigos lamentarão o acontecido.

Porém, tudo indica que esse não será o último jovem ‘non sense’ a morrer em um ato exibicionista, cuja importância se resume a milhares de visualizações e comentários, na grande maioria depreciativos. #Curiosidades #Viral