Já mostramos aqui neste portal de notícias vários casos ocorridos em diversas partes do mundo que acabaram se tornando uma verdadeira #Polêmica. Os casos, na grande maioria, envolvem assuntos relacionados a agressões, maus tratos, ciúmes entre casais, acidentes e acontecimentos envolvendo o mundo dos famosos.

Desta vez, o caso que tem ganhado destaque na mídia nacional é que, muito em breve, o povo brasileiro pode ganhar, na sua lista de bebidas, uma #Cerveja que promete dar o que falar, pois ela é bem peculiar. Essa diferença foi criada pela empresa polonesa The Order of Yoni, que é a responsável por lançar no ano de 2016 uma cerveja com o sabor "vagina".

Publicidade
Publicidade

Quando lançada em seu país de origem, o nome tambémcausou polêmica.

A empresa informou em nota à população que utilizou bactérias encontradas na genitália feminina para obter o aroma característico.

Agora, o desejo da fabricante é negociar a exportação da cerveja para o Brasil. Dois empresários já comunicaram o interesse em serem os responsáveis por trazer a famosa cerveja para o país.

Vale lembrar que a empresa responsável pela criação da cerveja afirmou que todo o processo de fabricação é produzido, seguindo rigorosamente o determinado nas normais de higiene.

Após a divulgação da notícia em alguns meios de comunicação, os brasileiros já começaram a comentar sobre a novidade. “Agora lascou-se tudo! Eu já amo cerveja, imagina agora tomar uma com sabor de mulher. hahaha”, comentou um internauta.

Publicidade

A empresa afirmou que tem como pretensão inovar o mercado de bebidas alcóolicas com esse diferente projeto. A primeira cerveja a ser fabricada ganhou uma edição personalizada, pois foram utilizada as bactérias da famosa modelo tcheca, Alexandra Brendlova.

A empresa informou que, no início, o lançamento da cerveja em edição personalizada teve simplesmente a intenção de arrecadar a quantia de 150 mil euros, valor que seria o suficiente para lançar definitivamente o produto no mercado popular. Na época, foi até feita a distribuição de brindes para os primeiros compradores, que também aceitassem fazer uma doação online. Foram necessários apenas sete dias para a empresa conseguir arrecadar todo o valor pretendido. Algumas pessoas ainda fizeram pedidos para que fosse prolongada a campanha devido ao sucesso.

E você, o que acha dessa novidade que em breve pode chegar ao Brasil? Deixe seu comentário logo abaixo. #Curiosidades