Sites de todo o mundo acabaram divulgando uma situação tensa que aconteceu no Zimbábue. De acordo com a mídia local, dois homens foram assaltados e abusados em situações diferentes. A primeira vítima foi levada a cabo com uma arma, forçada a entrar no mato, estuprada e depois drogada por duas mulheres. Já a outra vítima foi abusada enquanto estava inconsciente. O segundo homem foi estuprado por cinco criminosas. Os casos aconteceram em um curto espaço de tempo. Em 2015, outro homem, na época com 29 anos, teria sido violentamente atacado depois de ter sido conduzido por um grupo de mulheres no mesmo país. Por isso, as autoridades estão em alerta.

Publicidade
Publicidade

Autoridades reclamam sobre aumento de crimes cometidos por mulheres

Um dos homens teria sido obrigado a ingerir uma bebida. Em seguida, o estupro começou. As mulheres agiram sem dó nem piedade, mas, felizmente, as vítimas sobreviveram à ação. Em entrevista a sites internacionais, o porta voz da polícia local, Paul Nyathi, comentou tudo o que aconteceu. Paul revelou que a polícia já trabalha com um número alto de atos sexuais cometidos por mulheres naquela região. Nesse caso específico, um dos homens que acabou sendo molestado tinha 37 anos. Ele acabou sendo encontrado quando um carro passava na região de Harare. O #Crime teria acontecido no dia 27 do mês passado, mas apenas agora tudo teve repercussão.

Medo de morrer durante abuso sexual feito por garotas

Em depoimento à polícia, o rapaz diz que o líquido dado pelas mulheres acabou deixando ele fora de consciência.

Publicidade

Por isso, o homem não lembra com detalhes de alguns fatos daquela data. O rapaz teve medo de ser morto. Infelizmente, casos de estupro coletivos são comuns em todo o mundo. No entanto, geralmente, as vítimas acabam sendo mulheres. Esses últimos casos no Zimbábue chamam a atenção por terem a ordem invertida. As criminosas são mulheres.

Estupro coletivo acabou virando uma das principais notícias das Olimpíadas do Rio de Janeiro

Pouco antes de acontecerem os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, uma menina de 16 anos acabou sendo abusada por alguns homens. Ela chegou a dizer que o estupro coletivo foi realizado por mais de 30 homens. O caso ganhou a atenção da mídia internacional e a vítima entrou no Programa de Proteção à testemunha. A Polícia acabou prendendo alguns dos envolvidos.

Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante e ajuda no diálogo de temas relevantes.