A Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) divulgou à imprensa, nesta sexta-feira (16), que pelo menos 750 mil crianças estão em risco iminente de terem corte do abastecimento de da água potável após uma onda de bombardeio no leste da Ucrânia. Após mais de três anos de conflito no Leste do país, 3,8 milhões de pessoas precisam de assistência humanitária e mais de 1,5 milhão foram forçadas a sair de suas casas.

O recente aumento de conflitos na região prejudicou a infraestrutura de abastecimento de água. Aproximadamente 400 mil pessoas, entre elas 104 mil crianças, tiveram a água potável cortada durante quatro dias esta semana depois que duas estações de filtragem foram destruídas por bombardeios.

Publicidade
Publicidade

Os reparos urgentes foram concluídos nesta sexta-feira à noite.

Conforme informado pelo diretor regional da Unicef para a Europa e a Ásia Central, Afshan Khan, quase três milhões de pessoas no Leste da #Ucrânia dependem de infraestrutura de água que está agora na linha de fogo. A expectativa é de que mais famílias fiquem sem abastecimento da água potável, colocando as crianças em grave risco de doenças e outros perigos.

Khan conclui ainda que todos os lados do conflito devem permitir reparos urgentes quando as fontes de água são destruídas, permitindo, inclusive, acesso humanitário irrestrito.

Há ainda informações que no início do mês ocorreram danos em linhas elétricas que fornecem eletricidade para a estação de filtragem de água na cidade de Donetsk, ameaçando o fornecimento de água potável a mais de um milhão de pessoas.

Publicidade

Crianças sem abastecimento de água potável podem rapidamente contrair doenças transmitidas pela água, como diarreia, além de expô-las vários riscos, uma vez que são forçadas a sair de suas casas em busca de água.

Participação da Unicef nos conflitos no Leste da Ucrânia

Segundo a Unicef, foi possível o fornecimento de água potável para mais de 1,5 milhão de pessoas em áreas governamentais e não controladas pelo governo no Leste da Ucrânia. Inclusive, o transporte de água para as pessoas quando o serviço foi interrompido, oferecendo o fornecimento de suprimentos essenciais e equipamentos reparando infraestrutura danificada pelos bombardeios.

A Unicef pede US$ 31,3 milhões (R$ 103 milhões) para fornecer apoio à saúde e nutrição, educação, água limpa, higiene e saneamento, bem como proteção para crianças e famílias afetadas pelo conflito no Leste do país. #Guerra #LesteEuropeu